Um dos maiores escritores americanos do século XX, Philip Roth, morreu na terça-feira (22) aos 85 anos. O autor faleceu em razão de insuficiência cardíaca em um hospital em Nova York.

Nascido em 1933, em Newark, Nova Jersey, Roth foi autor de mais de trinta livros, tendo conquistado , dentre muitos outros prêmios, o Pulitzer. O escritor tem como obras mais famosas O Complexo de Portnoy, a coleção de contos Goodbye, Columbus e a trilogia americana, composta por Pastoral Americana, Casei com um Comunista e A Marca Humana.

Suas obras exploravam sua percepção dos EUA e de temas americanos. Ele explorou a identidade judaica, o anti-semitismo e a experiência judaica nos EUA. O autor recebeu o prêmio Pulitzer por Pastoral Americana, que acabou sendo adaptado para os cinemas em 2016.

Comente!