Sylwia Tabor, mulher norte-americana de 32 anos, sempre teve sua vida pautada no veganismo. Entretanto, sua restrita dieta sofreu uma mudança brusca após ser picada por uma aranha.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Após sofrer o ataque, Tabor não deu muita atenção à picada. Entretanto, um mês depois, ela havia se transformado em uma grande espinha na região da virilha e, pouco depois, tornou-se um inchaço gigantesco.

Ao ser hospitalizada, a vítima foi diagnosticada com fasceíte necrotizante, uma infecção que atravessa os tecidos epiteliais e causa necrose generalizada. Em três horas, os médicos contiveram a área infectada, enxertada com pele da própria barriga da paciente.

Entretanto, os problemas tinham acabado de começar. Tabor declarou que, logo depois, qualquer tentativa de se alimentar lhe causava erupções na pele e diarreia incontrolável. Quando sua amiga brincou, dizendo que ela deveria voltar para a carne, ela resolveu seguir o “conselho” e acabou se sentindo melhor.

“Quanto mais pesquisei, mais compreendi que ingerir carne é o modo mais eficiente de obter nutrientes, principalmente quando a dieta também traz carboidratos e verduras”, ela disse. Desde que mudou de estilo de vida novamente, saiu do estado de letargia e agora vive bem.

Comente!