De acordo com a revista Veja, a fusão entre Disney e Fox só será aprovada no Brasil quando a companhia vender a ESPN ou o Fox Sports para outra empresa.

A informação veio do Conselho Administrativo de Defesa Econômica, que chegou à conclusão de que a aquisição da Fox pela Disney criaria um duopólio de canais esportivos na TV à cabo.

Com a fusão, a Disney seria dona do Fox Sports e da ESPN, e tendo somente a Globo com seu SportTV como concorrente.

A Disney estava querendo que a compra fosse aprovada ainda nesta quarta-feira, coisa que acabou não acontecendo por conta deste imprevisto.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica tem até março para analisar o caso e dar um veredito sobre a aquisição.