Uma mulher chinesa recentemente foi manchete dos jornais internacionais ao ser diagnosticada com uma doença bastante rara, a qual a impede de ouvir sons de baixa frequências, como vozes masculinas.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

A vítima, que mora na costa leste da China, sabia que algo estava errado quando acordou em uma manhã e percebeu que não conseguia ouvir nada que seu namorado dizia. Ela já estava sofrendo de náusea e um barulho irritante e contínuo em seus ouvidos na noite anterior, mas acreditou que uma boa noite de sono deixaria tudo melhor.

Mas assim que acordou, ela ficou chocada ao não conseguir captar nem uma palavra que o homem ao seu lado dizia. Conhecida apenas como Ms. Chen, foi levada às pressas para o hospital local, onde um especialista a diagnosticou com perda auditiva de polaridade invertida, uma rara condição.

“Ela conseguia me ouvir, mas quando um paciente homem entrou na sala, não entendia uma palavra”, a Dra. Lin Xiaoging declarou aos repórteres.

Os dados mostraram que essa inversão de polaridade, também conhecida como perda auditiva de baixa frequência, afeta apenas uma entre cada treze mil pessoas, e normalmente é muito difícil de diagnosticar porque nem a vítima, nem o médico sabem que isso existe. Por exemplo, algumas pessoas apenas não conseguem ouvir sons de frequência muito baixa, como o funcionamento de um refrigerador, mas isso não interfere em seu dia a dia. Porém, o caso de Ms. Chen era bastante extremo.

Xiaoging acredita que a condição tenha se dado por estresse, visto que a vítima revelou ter lutado contra fadiga devido a longas horas de trabalho e poucas de sono. Visto que ela não sofreu outros problemas de perda auditiva, os médicos acreditam que ela terá uma recuperação total.

Até lá, é bem provável que ela e o namorado se comuniquem por mímica ou linguagem de sinais.

Comente!