em ,

ApáticoApático

Ray Fisher acusa Joss Whedon de abusos em gravações de Liga da Justiça

Ray Fisher, ator que interpretou o Ciborgue em Liga da Justiça, afirmou no Twitter que o diretor substituto Joss Whedon teve comportamentos abusivos e inaceitáveis na época das gravações do filme.

Em sua conta pessoal do Twitter, Fisher também disse que o comportamento de Whedon foi permitido por Jon Berg, que era co-presidente das produções da Warner Bros. na época, e por Geoff Johns, ex-presidente da DC Entertainment.

Veja:

“O tratamento de Joss Whedon para o elenco e produção de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, não profissional, e completamente inaceitável. De diversas formas, ele foi aceito por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade > Entretenimento”

Whedon assumiu o projeto após a saída de Zack Snyder. Até agora o diretor não se pronunciou sobre a declaração de Fisher.

O que você achou desta publicação?

-1 points
Upvote Downvote
Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Sítio do Picapau Amarelo ganhará novo filme

Episódio de Mad Men com conteúdo racista terá aviso para explicar o contexto da cena