Graças a produções como Jumanji: Bem-Vindo à Selva e Venom também. Fizeram com que a Sony Pictures superasse a Fox em participação de mercado, com 10,7% de atuação em bilheteria nos Estados Unidos, sua maior fatia desde 2014.

Já mundialmente, a Sony teve seu melhor desempenho desde 2012, quando lançou longas de muito sucesso como 007 – Operação Skyfall, O Espetacular Homem-Aranha e Homens de Preto 3.

O estúdio vinha sofrendo com uma sequência de fracassos de bilheteria e grandes prejuízos, mas em 2018 a Sony acertou em suas escolhas de investimento e conseguiu fechar muito bem o ano.

Mas mesmo assim, não escapou de ter alguns fracassos, como a arrecadação de Millennium: A Garota na Teia de Aranha, que não conseguiu pagar nem o próprio orçamento e O Favorito, drama estrelado por Hugh Jackman, que não lucrou nem US$ 2 milhões nos Estados Unidos.