Segundo informações do Hollywood Reporter, Tom Rothman, presidente da Sony, pode vender os direitos de Mestres do Universo para a Netflix.

O motivo é bastante óbvio para o presidente da Sony, pois tirar do papel o filme seria algo muito caro. Há também uma visão, por parte do estúdio, de o projeto ser muito arriscado, e assim poderia trazer um grande prejuízo para a empresa.

Justamente por esse motivo a Sony está negociando os direitos de Mestres do Universo com a Netflix. Fontes indicam que as negociações estão em fase inicial, e que isso pode ser apenas o início de uma parceria duradoura entre Sony e Netflix.

A Sony está preocupada com novas produções de grande orçamento, isso depois do fracasso que foi MIB: Internacional. A Sony também passa por uma crise, que só não piorou graças aos filmes do Homem-Aranha, Venom e Jumanji: Bem-Vindo à Selva.

Mestres do Universo está agendado pela Sony para estrear em março de 2021, mas não há data para o lançamento na plataforma de streaming. Até o momento, no elenco, só há Noah Centineo contratado para protagonizar He-Man.