em ,

South Park: The Fractured But Whole | Sistema de dificuldade muda a cor do seu personagem

Em um vídeo recente postado pelo site Eurogamer mostrando o gameplay de South Park: The Fractured But Whole, um pequeno detalhe acerca do sistema de dificuldade pode ser visto.

O jogador poderá escolher a dificuldade através de uma barrinha a dificuldade. O curioso é que além disso, ela muda o tom de pele do seu personagem, deixando mais escuro a medida que se aproxima na dificuldades mais altas. Veja no vídeo abaixo:

 

Perguntado sobre as diferenças entre as dificuldades, o desenvolvedor explicou que os pontos afetados por essa escolha são a quantidade de dinheiro dada por cada objetivo concluído e como os outros personagens tratam você.  No jogo, Cartman, servindo como narrador, dirá para o jogador “Não se preocupe, esse sistema não muda o combate. Só todos os outros aspectos da sua vida.”.

Além disso, em outra parte do game, o jogador escolhe o gênero do seu personagem, ao contrário de Stick of Truth, que só tinha a opção masculina. Aqui temos a adição do sexo feminino e “outros”. Se escolhido uma das duas, Mr. Mackey, conselheiro escolar de South Park Elementary, vai questionar se o personagem que salvou a cidade no game anterior era realmente uma garota. Após isso, ainda em conflito sobre o que você quis dizer com ser do sexo feminino, ele pergunta se o jogador se considera cisgénero ou transgênero.

Confira no gameplay completo abaixo. A parte em questão está no minuto 44 do vídeo:

 

Como já é conhecido na franquia em outras mídias, South Park usa de forma inusitada o sistema de dificuldade para comentar sobre racismo e gênero. No game anterior, The Stick of Truth, o jogo brincava com as classes conhecidas de RPG, colocando “Judeu” como opção de escolha, além dos tradicionais “Mago”, “Guerreiro”, etc.

O que você achou da escolha? Diga abaixo nos comentários!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Rodrigo Ribeiro

Jornalista e aficionado por games e cultura pop. Acredita que os games podem ser considerados uma forma de Arte e que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas parassem de brigar na internet e voltassem a jogar seus queridos videogames.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

L.A. Noire | Versão para PS4, Xbox One, Switch e HTC Vive é anunciada

One Piece | Grupo é preso após postar spoilers do mangá