Um grupo de terraplanistas fretou um cruzeiro para tentar chegar ao literal fim do mundo.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

A Conferência Internacional da Terra Plana (FEIC) já existe há algum tempo e questiona as evidências científicas do formato ovalado-esférico do nosso planeta e, com um mapa pronto em mãos, essa comunidade tem certeza absoluta de que as bordas do mundo são cercadas por um muro de gelo.

De acordo com declarações dos organizadores, o cruzeiro, que é descrito como “a maior e a melhor aventura já feita”, irá partir em 2020. As informações foram primeiramente colhidas pelo jornal britânico The Guardian.

O primeiro obstáculo a ser enfrentado pelos terraplanistas está dentro do veículo escolhido para se aproximar dos fins do mundo: todos instrumentos de navegação nos navios levam em conta o formato ovalado do planeta.

Em entrevista ao jornal supracitado, o ex-capitão da marinha Henk Keijer questionou a lógica do contrato. Ele até mesmo citou um exemplo prático para provar o erro da teoria plana: de acordo com ele, o GPS é a prova de que a Terra é redonda sim. “Se a Terra fosse plana, apenas três satélites seriam necessários para fornecer informações a todos no mundo. Eles não são suficientes já que a Terra é redonda. O motivo por 24 satélites serem utilizados é a curvatura do planeta”.

Comente!