em

Terry Crews reitera opinião sobre Black Lives Matter em entrevista tensa na CNN

Desde o início dos protestos antifa e Black Lives Matter nos Estados Unidos no começo de junho, o ator Terry Crews se posicionou em 4 de julho e afirmou que “nem todos os brancos são ruins, nem todos os negros são bons”, sendo contra a desigualdade e falta de oportunidades, além de desaprovar severamente os rompantes violentos presentes em grande parte das manifestações.

Confira:

Por conta disso, Crews acabou convidado a falar na CNN americana em entrevista com o apresentador Dan Lemon em um clima bastante tenso.

Confira:

Quando Crews esclareceu que estava falando sobre a liderança do BLM, Lemon afirmou que Martin Luther King já foi visto como extremista, levando Crews a argumentar que deveria haver um componente não-racial no BLM para que ele funcionasse.

O ator apontou altos níveis de violência entre negros de Chicago, que nas últimas semanas mataram nove crianças, observando que “o movimento BLM simplesmente não disse nada sobre a violência.”

Lemon interrompe o pensamento de Crews por diversas vezes, assim que o ator se aproximava da conclusão sobre o que estava expondo. Crews acredita que o BLM não é um movimento de direitos civis contra a brutalidade policial, mas sim um movimento oportunista que exige trabalhar sua ideologia na base da força.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

A Maldição da Mansão Bly estreia ainda em 2020, garante diretor

Idris Elba acredita que remover conteúdo racista de produções não é solução