M. Night Shyamalan irá abandonar o universo de super-heróis após encerrar a trilogia com Vidro, porém o diretor já tem planos para seus próximos projetos:

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

“Eu diria que sim. EU tenho muitas histórias originais que eu quero contar. Eu sou um cineasta original e eu quero continuar contando novas histórias com novos personagens. É divertido pra mim tentar encontrar uma nova língua, e então aprendê-la e tentar passar 2 horas com o público para ela aprendê-la, aceitá-la e virem à sua própria forma”, diz Shyamalan em entrevista à EW.

Eu tenho outras duas ideias, e eu acho que depois que Vidro estrear, eu vou começar a escrevê-las. Eu estou tentando decidir o que fazer em seguida. Eu estou em dúvida entre uma delas para o próximo filme.”

Recentemente, após inúmeros fãs perguntarem a Shyamalan sobre possíveis continuações futuras, o diretor decidiu deixar as coisas bem claras. Em entrevista à Vulture, ele declarou que, “se Vidro for maior que Fragmentado, vai haver pressão para uma sequência. Mas não vamos fazer isso”. Shyamalan acrescentou que possui os direitos para a maioria de suas obras, justamente para não realizar continuações desnecessárias.

Ele também disse que não consegue e nem sabe por onde começar a realizar grandes franquias como Vingadores, da Marvel, além de deixar claro que “pirotecnia” não é o seu forte. “Um universo cinematográfico não é interessante para mim”, comentou.

A parte final da trilogia traz os três personagens sendo tratados em um hospício e supervisionados pela Dra. Ellie Staple (Sarah Paulson), até que Glass, o protagonista (Jackson), se junta à Fera (McAvoy) para fugirem de lá. O único que pode impedi-los é David (Willis).

Vidro está em exibição nos cinemas. Leia aqui a nossa crítica.

Comente!