Vista pela primeira vez em Vingadores: Guerra Infinita, a Joia da Alma não teve tanto destaque quanto as outras cinco – apresentadas em filmes anteriores – que completam a manopla do vilão Thanos

Em uma exibição do filme (via Collider), os diretores Joe e Anthony Russo detalharam as habilidades do artefato. 

A Joia da Alma tem a capacidade de manipular sua alma, a essência de quem você é. Ela é usada quando o Doutor Estranho faz múltiplas cópias de si e então Thanos usa essa Joia para erradicar todos os clones de Strange e tenta puxar o herói para fora de seu próprio corpo. Thanos vai para a Joia da Alma para falar com sua filha morta. Ele obviamente tem a capacidade de ressuscitar e conjurar a representação espiritual das pessoas que estão mortas.

Durante o evento, Joe admitiu que a apresentação da Joia e todo mistério em torno dela foi um dos aspectos mais difíceis do filme.

Foi quando decidimos que o filme era do Thanos, então o momento mais baixo teria que vir dele e começamos a desenvolver a história da Joia da Alma. Como poderíamos criar dor? Começamos a dar dimensão a ele e ele partiu em sua jornada durante o filme.

Finalizando, os diretores explicaram o motivo de terem usado o Caveira Vermelha para fazer a ligação com a Joia. 

Ele sempre foi o personagem. Brincamos uma ou duas vezes que não seria ele, então nós precisávamos de alguém que o público acreditasse, para quando ele contasse as regras, que todos entendessem e confiassem.

Joe e Anthony Russo estão no comando de Vingadores 4, ainda sem título, que estreia em maio de 2019.