em ,

Gal Gadot ficou chocada em como foi tratada por Joss Whedon no set de Liga da Justiça

Em entrevista para a revista Elle, a atriz Gal Gadot retornou a comentar sobre os problemas que enfrentou no set de Liga da Justiça durante as gravações com o cineasta Joss Whedon.

Segundo ela, o diretor ameaçou sua carreira após questionar alguns dos diálogos do filme também roteirizado por ele. Ela ficou surpresa com o tratamento que recebeu do colega.

“Acho que eu teria feito a mesma coisa [denunciado] se eu fosse um homem. Ele me diria o que disse se eu fosse um homem? Não sei. Jamais saberemos. Mas meu senso de justiça é muito forte. Eu fiquei chocada pela forma que ele falou comigo. Mas, tanto faz, já passou. São águas passadas”.

A atriz também disse que teve o apoio da Warner quando denunciou o comportamento de Whedon:

“Eu levantei essa discussão assim que tudo aconteceu. E preciso dizer que os chefes da Warner Brothers cuidaram de tudo. Voltando para o espírito de justiça que eu tenho, você fica meio tonto, porque você não acredita que aquilo está sendo dito para você. E, se ele fala aquilo para mim, então com certeza ele faz o mesmo com outras pessoas. Eu fiz o que achei que deveria fazer, que é falar para as pessoas que isso não está certo”.

Além de Gadot, Ray Fisher, intérprete do Ciborgue, também reclamou do comportamento do diretor no set.

Atualmente, a Warner lançou Liga da Justiça de Zack Snyder trazendo a visão original do primeiro diretor do filme. A obra está disponível na HBO Max. Você confere mais filmes da DC através da SKY Livre. 

O que você achou desta publicação?

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Confira os filmes e séries que chegam à Netflix em novembro

Tarantino diz que Kill Bill 3 pode ser seu próximo filme