Guardiões da Galáxia Vol. 2 chegou e, como já é tradição aqui no site, vamos fazer uma lista de jogos para aqueles que estão super ansiosos para o filme e querem jogar algo da Marvel para passar o tempo. Separamos títulos relacionados ao universo Marvel nos games que resumem o que a editora tem de melhor: seus fantásticos e coloridos super-heróis!

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter e fique por dentro de todas as notícias! «

Para tornar a lista diversificada, escolhemos manter 1 jogo por franquia, então apenas um jogo de luta feito pela Capcom e um jogo LEGO da empresa, ok? E como ainda terá especial de Homem-Aranha esse ano, vamos nos conter e não colocar todos os jogos do cabeça de teia também.

Mas vamos lá, para a lista! Excelsior!

10- The Punisher

PS2/Xbox/Xbox 360/PC

Começando a lista com muito tiro, porrada e caveira estampada no peito. The Punisher, jogo de 2005 produzido pela Volition Games, nos traz a adaptações mais fiel ao espírito dos quadrinhos originais do herói.

O título era basicamente um jogo de tiro em terceira pessoa protagonizado por Frank Castle, mas o que chocou muitos na época foi o nível absurdo de violência que ele oferecia. Com a possibilidade de torturar e finalizar os inimigos com diferentes animações (e todas elas extremamente violentas e sangrentas), o jogo acabou recebendo algumas revisões por parte da desenvolvedora para que o título não chegasse a classificação “Adults Only” nos EUA, a classificação mais alta do órgão classificatório americano. Se você não aguenta mais esperar a série solo do vigilante pela Netflix e protagonizada por Jon Bernthal, essa é uma boa forma de passar o tempo. Interrogando criminosos e dilacerando seus corpos no processo.

9- X-Men: Mutant Apocalypse

SNES

Voltando um pouco mais no tempo e focando em uma das super-equipes mais amadas da editora, X-Men: Mutant Apocalypse de 1994, produzido pela Capcom, é daqueles títulos que fazem o arroz e feijão do gênero e entregam um divertido e nostálgico game para quem teve o privilégio de jogá-lo na época.

O jogador podia escolher entre 5 personagens da equipe (Fera, Ciclope, Gambit, Psylocke e é claro, Wolverine) em fases 2D onde rolava muita porrada com os inimigos da tela, no clássico estilo beat ‘n up. O diferencial era que cada personagem recebeu uma campanha própria, então você era incentivado a jogar com todos para aproveitar ao máximo o modo história. Com ótimos visuais e uma trilha sonora igualmente icônica, o jogo é até hoje uma das melhores adaptações para os games da equipe de Charles Xavier.         

8- X-Men Origins: Wolverine

PS3/PS2/Xbox 360/PSP/DS/Wii/PC

Sim, você deve estar pensando agora “Como o jogo de um dos piores filmes de super-herói de todos os tempos pode estar na lista”. Pois é, por incrível que pareça, o jogo de X-Men Origins: Wolverine, produzido pela Raven Software e lançado em 2009 junto com o filme homônimo, é um dos melhores jogos do herói e da editora, adaptando extremamente bem o sangrento e violento mundo do carcaju canadense.

Em um estilo de hack and slash, o jogador controlava Wolverine através das fases dilacerando qualquer ameaça que aparecesse na sua frente. Uma das características que mais chamaram a atenção na época foi sua complexa engine física que deixava à mostra todos os rasgos na roupa e cortes na pele de Wolverine, sendo que as feridas iam lentamente se regenerando em tempo real. Provavelmente devido à bomba que foi o filme, o jogo não recebeu muita atenção, mas merece ser revisitado por todos que adoraram a violência gráfica de Logan.

7- The Incredible Hulk: Ultimate Destruction

PS2/Xbox/GameCube

Em uma época onde todos os jogos queriam ser GTA e se utilizavam de um mundo aberto “livre e totalmente explorável”, Hulk: Ultimate Destruction, da Radical Entertainment e lançado em 2005,era um dos poucos títulos onde você realmente podia destruir tudo.

De carros até prédios inteiros, controlar o gigante esmeralda nunca foi tão recompensador nos games. E difícil! O jogo ficou muito conhecido pela sua alta dificuldade. Apesar da força e da liberdade de se controlar um dos personagens mais poderosos da editora, não era fácil ganhar da artilharia pesada do exército que vivia atrás de você no jogo. Uma das partes mais legais da experiência era poder demolir um prédio de 15 andares com o Hulk usando pedaços de carro como luvas de boxe.

6- X-Men Legends II: Rise of Apocalypse

PS2/PSP/Xbox/GameCube/PC/Mobile/N-Gage

Indo para mais um título da equipe dos mutantes (é o último da lista, prometo), aqui temos um título de ação e RPG lançado em 2005, produzido pela Raven Software e distribuído pela Activision. A sequência do primeiro X-Men Legends abordava uma das sagas mais famosas dos quadrinhos da equipe: a Era de Apocalypse.

Podendo controlar diversos membros dos X-Men como Colossus, Ciclope , Gambit e Jean Grey, havia também alguns exclusivos para cada plataforma, como Cable e Dark Phoenix para PSP e Pyro no PC. Montar uma equipe equilibrada, com boas habilidades físicas e magia era a chave para o sucesso. O jogo foi tão elogiado e bem recebido pelo público que o próximo título produzido pela desenvolvedora abordaria não só os X-Men, mas todo o universo da editora.

5- Marvel Heroes Online 

PS4/Xbox One/PC/Mac

Indo para um dos títulos mais recentes da lista, Marvel Heroes Online é um MMORPG de ação desenvolvido pela Secrety Identity Studios e distribuído pela Gazillion Entertainment, oficialmente lançado em 2013 após alguns anos em beta. Usando um esquema de gameplay de ação em terceira pessoa com visão isométrica. Na história, Victor Von Doom, o famoso Doutor Destino, se apoderou do Cubo Cósmico, capaz de mudar a realidade e espaço/tempo e assim conquistar tudo e todos no Universo Marvel. Para impedi-lo, os maiores heróis da Terra se unem e vão em busca de deter os planos do regente de Latveria.

Com um elenco gigantesco de personagens e a mistura de ação com a progressão de um RPG fazem desse um dos jogos mais complexos e viciantes da lista. E uma ótima opção para os jogadores que gostam de multiplayer online.

4- Spider-Man 2

PS2/PSP/Xbox/GBA/DS/GameCube/PC/Mac/N-Gage

O melhor jogo do Aranha não podia ficar de fora da lista. Apesar de ser uma adaptação do filme de 2004 dirigido por Sam Raimi, Spider-Man 2 foi muito além da proposta e nos entregou um dos melhores títulos do herói até hoje, criando pela primeira vez uma Nova Iorque totalmente livre para se explorar e balançar a teia do Aranha de prédio em prédio como o amigão da vizinhança faz nos filmes e quadrinhos.

A história também expandia o universo do filme e apresentava icônicos vilões dos quadrinhos como chefes de fase, como Rhino e Dr. Mysterio. A sensação de liberdade e movimentação, apesar de um pouco datada para os dias de hoje, não foi superada e é a que mais bem adaptou o espírito do material original. Resta esperar se o novo jogo do Homem-Aranha produzido pela Insomniac vai conseguir superar o legado deste clássico.

3- Marvel: Ultimate Alliance

PS2/PS3/PS4/PSP/Xbox/Xbox 360/Xbox One/GBA/Wii/PC

Sequência espiritual de Rise of the Apocalypse, Marvel Ultimate Alliance veio para saciar a vontade dos fãs da editora. Reunindo um elenco gigantesco e que explorava uma gama gigantesca de heróis, passando pelos mais famosos (Homem-Aranha, Wolverine, Homem de Ferro) até alguns menos conhecidos na época (Cavaleiro da Lua, Blade e o nosso querido Deadpool). Como gameplay, tínhamos um jogo de ação co-op com câmera isométrica, muito parecido com jogos como Diablo, onde o jogador percorre dungeons com mais três amigos (que podiam ser controlados pela IA do jogo também).

A história nos fazia passear por diversos locais familiares aos leitores da editora, como o porta-aviões da SHIELD e o Castelo de Dr.Doom, na Latveria. O jogo fez tanto sucesso que recebeu uma sequência para Xbox 360 e PS3, abordando o arco Civil War dos quadrinhos, mas que não foi tão bem recebido quanto o primeiro.

Se você perdeu a chance de jogar este ótimo jogo, uma versão remasterizada em HD foi lançada recentemente para PC, Xbox One e PS4.

2- LEGO Marvel Avengers

PS3/PS4/PSVita/Xbox 360/Xbox One/3DS/WiiU/PC/Mac

A franquia LEGO sempre teve a fama de adaptar da forma mais bem-humorada e divertida possível franquias populares como Harry Potter, Star Wars e Senhor dos Anéis. E é lógico que a Casa das Ideias não poderia ficar de fora dessa. Apesar do primeiro título ter sido extremamente elogiado, o segundo se tornou o clássico “Maior e melhor”, com um assustador elenco de 250 personagens.

Enquanto no primeiro tínhamos uma história original feito pela Traveller’s Tale, aqui temos a fiel adaptação dos acontecimentos dos dois primeiros Vingadores, com as figuras em LEGO se baseando aos atores dos filmes. A sensação de estar jogando uma verdadeira homenagem aos mais de 50 anos da editora fazia o coração de qualquer fã se encher de alegria. Nunca foi tão legal voar por Nova York com o Robert Downey Jr. no formato LEGO.

1- Marvel Vs Capcom 2: New Age of Heroes

PS2/PS3/PSP/Xbox/Xbox 360/Dreamcast/Arcade/iOS

Apesar de não ser um jogo contendo só personagens da Marvel, não poderíamos deixar de citar um dos melhores jogos com personagens da empresa e um dos melhores jogos de luta de todos os tempos. Marvel Vs Capcom 2: New Age of Heroes, originalmente lançado em 2000, foi concebido após diversos crossovers de jogos de luta produzidos pela Capcom. O que começou como uma franquia de luta dos X-Men, passou como um versus contra a galera do Street Fighter e depois abraçou por completo o elenco de ambas as empresas. Com uma seleção de personagens estelar e com um estilo de combate insano e extremamente veloz, só ali o jogador poderia ter lutas como Jill Valentine versus Wolverine ou Mega Man contra o Homem-Aranha.

Além do sistema de montar times de até 3 personagens por partida e a icônica trilha sonora que misturava jazz com pop. Mesmo com MvsC 3 (que aliás, tem no elenco o nosso querido Rocket Raccon, antes de sua primeira aparição nas telonas), o segundo título da série é ainda o preferido dos fãs e que com certeza marcou uma época fantástica para os jogos de luta. Um dos poucos títulos da Marvel nos videogames que não só copiou o que estava dando certo na época mas criou seu próprio estilo, se tornando obrigatório em qualquer torneio de jogo de luta. Vamos ver se Marvel Vs Capcom Infinite irá trazer de novo as glórias do passado desta espetacular franquia de luta.

Comente!