em ,

Ator do Mandarim foi abandonado pelo pai na infância e preferia evitar personagens

Em uma rara exceção em sua carreira, Tony Leung interpreta Mandarim, um pai, em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis.

Em entrevista para a revista GQ, ele afirma que evita interpretar personagens paternos por um motivo muito especifico e traumático.

“Já me ofereceram para fazer papéis de um pais fracassados, mas eu sempre rejeitei porque não quero ser lembrado da mesma forma como meu pai me tratou“, desabafa Leung.

Ele explica que ele foi abandonado pelo pai, junto à mãe, aos sete anos de idade.

Na entrevista, ele também teve a oportunidade para explicar que não vê seu personagem, Mandarim, como um vilão. Na verdade, ele acredita que as ações de Wenwu são motivadas por amor pela família.

Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis estreou no Brasil em 2 de setembro de 2021.

O que você achou desta publicação?

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bassam Tariq confirma que vai dirigir Blade e elogia roteiro do reboot

Marvel deseja “parabéns” a Keanu Reeves e apaga logo em seguida; confira