em , ,

Conheça a Verdadeira História que Inspirou Invocação do Mal 3

Invocação do Mal é uma das grandes franquias atuais do cinema, tendo recebido três filmes ao longo dos anos e alguns derivados, como Annabelle e A Freira. Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio teve em seu terceiro capítulo a inspiração de um fato da vida real, com base em um processo judicial no ano de 1981 e que acabou tornando conhecida a frase “O diabo me fez fazer isso”, tanto que o título em inglês do filme é The Conjuring: The Devil Made Me Do It. A terceira parte da franquia foca não apenas em uma assombração especificamente, mas sim no caso que foi levado ao tribunal e que teve a participação de Ed e Lorraine Warren.

Na série de filmes de Invocação do Mal os Warren são os protagonistas, e em cada filme a história foi tirada dos arquivos dos demonologistas. Filmes como A Freira, A Maldição da Chorona e a franquia Annabelle não conseguiram trazer o brilho que a saga original tem, algo que só ocorre graças ao carisma do casal, que são interpretados por Vera Farmiga e Patrick Wilson.

A seguir vamos mostrar tudo o que você precisa saber sobre o caso que inspirou Invocação do Mal 3.

O Caso

Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio foi inspirado no caso de Arne Cheyenne Johnson, caso esse que foi a julgamento e levou o criminoso a ser condenado por homicídio culposo em 1981. A linha de defesa de Arne Cheyenne foi a de que o Diabo é que havia ter o levado a cometer o assassinato. Esse foi o primeiro caso na história dos Estados Unidos em que um réu acabou alegando que estava possuído por um demônio, isso como principal motivo para que não tivesse responsabilidade em ter matado a vítima e assim não ser punido pelo crime que estava sendo julgado.

As testemunhas ouvidas sobre o caso contaram que David Glatzel, um garoto de onze anos de idade, havia sido possuído por um demônio, algo que Ed Warren acabou por comprovar. A família do garoto pediu ajuda para Lorraine e Ed, para que o exorcizassem, o que foi feito pelos Warren, mas com a ajuda de outros padres da Igreja Católica.

Depois de o exorcismo durar vários dias, e enquanto o exorcismo acontecia, ocorreu de um demônio deixar o menino e foi para Johnson, que naquele momento era noivo de Debbie, irmã mais velha de Glatzel. Como o menino estava sofrendo há algum tempo, a possessão acabou por manifestar algumas habilidades, incluindo uma em que ele previu o crime que Johnson iria cometer. Glatzel ficou curado após o exorcismo, enquanto que Johnson acabou por assassinar Alan Bono, alguns meses depois.

Johnson assassinou Bono após este ter um comportamento intolerável com a prima de nove anos de Debbie, Mary. Debbie Glatzel trabalhava como empregada para Bono, e no dia do acontecimento, Bono havia levado alguns funcionários seu e Glatzel para almoçar. Bono ficou bêbado e agarrou Mary, recusando a deixá-la ir, foi então que Johnson o atacou, esfaqueando Bono várias vezes, causando de quatro a cinco ferimentos graves na vítima.

Foi alegado pela defesa de Johnson que ele havia mudado depois do exorcismo feito com David Glatzel, e também Lorraine Warren contou à polícia de Brookfield que Johnson, no momento do crime, estava possuído. Algumas testemunhas que presenciaram o exorcismo de Glatzel afirmaram que viram o demônio se transferindo do garoto para Johnson. Ed Warren disse que Johnson cometeu um erro ao zombar dos demônios, falando: “Aceite-me, deixe meu amiguinho em paz”.

Johnson foi condenado de 10 a 20 anos de prisão, mas só cumpriu cinco anos da sentença. Ele se casou com Debbie Glatzel após sair da prisão. Um livro foi escrito sobre o caso pelo autor Gerald Brittle, com a ajuda de Lorraine Warren, intitulado The Devil in Connecticut. Um filme sobre o incidente também foi feito pela NBC, chamado The Demon Murder Case (1983).

O que você achou desta publicação?

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Crítica | Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio – Detetives do sobrenatural

Podcast Três É Demais #63 | A Múmia: Tumba do Imperador Dragão