em

Lista | Ranking da franquia Planeta dos Macacos

Com a chegada do novo soberbo Planeta dos Macacos: A Guerra, tínhamos que vir aqui relembrar essa clássica franquia de longa data, que surpreendentemente não deixa de nos surpreender e encantar até hoje, mesmo depois de vários deslizes mas grandes acertos.

E aqui está, todos os filmes da franquia Planeta dos Macacos rankeados do pior ao melhor. Confira:

9. De Volta ao Planeta dos Macacos (1970)

Pois é, a fama de que só filmes ruins assolavam a franquia já começava desde cedo com este vergonhoso exemplar. Um tanto discrepante em comparação ao seu soberbo primeiro filme que possuía uma narrativa tão inteligente e forte, enquanto aqui nos atemos a um simplório filme de aventura/ficção cientifica com algumas idéias esdrúxulas e sem sentido. Tudo que Planeta dos Macacos é, este filme está longe de ser!

8. A Batalha pelo Planeta dos Macacos (1973)

A triste despedida de uma outrora franquia tão rica, que se concluía aqui em uma nota tão baixa e pobre no nível de um filme trash culposamente divertido. Mas é tão notável o extremo desgaste que todos aqui parecem possuir com a franquia a essa altura, e o resultado não poderia ser menos do que vergonhoso.

7. O Planeta dos Macacos (2001)

A primeira tentativa de trazer de volta a franquia de volta à atenção do grande público caiu morto na praia em um filme simplesmente conturbado. Visualmente eficiente e interessante, mas tematicamente e narrativamente confuso e sem saber por que tom ou caminho ir, e entregando uma reviravolta final bizarra e quase sem sentido. Não foi dessa vez que você ressuscitou um clássico com eficiência senhor Tim Burton!

6. Fuga do Planeta dos Macacos (1971)

Um retorno à qualidade à clássica franquia nesta inteligente e um tanto bizarra terceira continuação. Onde nos deparamos em um cenário inverso do primeiro filme que se inicia com um tom leve e pontual em seu humor e, inesperadamente, termina de modo trágico e dramático. Talvez destoe de tudo que o primeiro filme demonstrava, mas traz interessantíssimos conceitos para a franquia que mereciam ter sido melhor explorados.

5. A Conquista do Planeta dos Macacos (1972)

Uma eficiente, embora falhamente corriqueira, e sombria história das origens destrutivas e violentas do domínio do planeta pelos símios. E o filme que merecidamente estampou o rosto de Roddy McDowall como um dos rostos mais icônicos da franquia em sua primeira versão do macaco líder revoltoso César.

4. Planeta dos Macacos: A Origem (2011)

Um excelente renascimento da franquia em um digno filme que se pode entitular Planeta dos Macacos. Que faz jus ao clássico original, mas que arquiteta seu próprio percurso em uma história pequena, centrada e dramática sobre a origem do maior personagem da franquia até então, o César de um soberbo Andy Serkis. E o início da derrocada de uma espécie e o nascimento de outra.

3. Planeta dos Macacos: O Confronto (2014)

Uma raríssima continuação que eleva seu primeiro filme em novos percursos temáticos e dramáticos. Ainda fazendo jus ao legado deixado pelo filme original ao questionar aqui a própria humanidade e moral presente em ambos macacos e humanos, e a intensa fragilidade do início do violento conflito entre ambas espécies. Um raro blockbuster que coloca macacos cavalgando em cavalos atirando com metralhadoras em mão, e que ousa ao mesmo tempo em fazer seu público refletir sobre sua própria humanidade.

2. O Planeta dos Macacos (1968)

O filme que a tudo iniciou e que de sobra revolucionou pra sempre as possibilidades de criação de tramas mirabolantes e complexas franquias no gênero da ficção científica e no próprio cinema para todo o sempre. Que tira proveito de um palco propício para um filme de ação e aventura B, e realiza um drama experimental e revisionista sobre a condição moral e ética evolutiva humana com macacos humanóides falando. E que no final, promete te deixar uma marca para sempre.

1. Planeta dos Macacos: A Guerra (2017)

De fato, o reinicio da franquia finalmente teve um filme que faz um perfeito jus ao seu legado e promete aqui entregar algo inesquecível. Se o filme original revolucionara o cinema de ficção científica, este soberbo filme de Matt Reeves demonstra como um suposto grande blockbuster de ação e aventura, consegue ser dramático, psicológico, sombrio, trágico e existencialista, um “cinema de verdade” sendo feito para o grande público. E se despedindo no final de forma digníssima ao César de Andy Serkis, o mais icônico personagem da franquia de forma emocionante e dificilmente esquecível!

Concordaram com nossa ordem para essa icônica franquia? Não deixe de comentar o seu favorito!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Raphael Klopper

Estudante de Jornalismo e amante de filmes desde o berço, que evoluiu ao longo dos anos para ser também um possível nerd amante de quadrinhos, games, livros, de todos os gêneros e tipos possíveis. E devido a isso, não tem um gosto particular, apenas busca apreciar todas as grandes qualidades que as obras que tanto admira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Blu-ray | A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell

Bilheteria EUA | Apesar das críticas negativas, A Torre Negra lidera com $19 milhões