em ,

10 Filmes Sul-Coreanos Imperdíveis para Assistir

Não é de hoje que o cinema sul-coreano conquistou o coração dos cinéfilos. As produções do país asiático são de grande qualidade narrativa, com ótimas tramas, e reviravoltas surpreendentes.

19Difícil encontrar um filme que o público não se insira na história e não se envolva com a jornada dos personagens. Aqui listamos dez ótimos filmes para quem é amante do cinema sul-coreano que você pode conferir na SKY TV.

10. O Caçador (2008)

Este é um filme coreano bastante desconhecido, e muitos não o consideram uma obra-prima. O longa tem uma pegada diferente das tramas propostas por outros diretores, principalmente do que se observa do cinema americano, relacionado ao estilo de se tocar a história, com bastante toque de realidade. O estilo sul-coreano está ali, como a boa direção, o roteiro bem alinhado, os plot twists bem definidos e a direção magnífica de elenco. É um filme violento e que explora muito bem a realidade das ruas, e isso talvez possa fazer com que muitos não gostem do jeito com que o filme seja produzido.

9. Eu Vi o Diabo (2010)

Outro filme na linha investigativa, em que o protagonista sai em busca de um serial killer. É um filme bastante frio na linha e estilo do cinema coreano, mas o principal mesmo é a direção eficiente e dedicada de Kim Jee Woon (O Gosto da Vingança), um diretor que utiliza de forma decente todos os elementos do cinema investigativo e policial. Kim prende a atenção do público de forma inteligente e algumas pessoas podem longa um pouco parado, mas a dinâmica do cinema coreano de desenvolver a trama é dessa forma mesmo e Eu Vi o Diabo é um grande expoente do cinema asiático.

8. Em Chamas (2018)

O principal sentimento que vem à cabeça quando se termina de assistir Em Chamas é de estranhamento. Lee Chang-dong não facilita na narrativa e a trama não é feita para que se facilite o raciocínio lógico do espectador. Há vários caminhos a serem percorridos e interpretados, e mesmo depois do término fica aquela dúvida e várias questões levantadas. É realmente um filme filosófico e inteligente que vale muito a pena ser acompanhado.

7. O Hospedeiro (2006)

Segunda parceria entre o cineasta Bong Joon-ho e o ator Song Kang-ho, sendo que os dois haviam trabalhado anteriormente no bom Memórias de um Assassino. Em O Hospedeiro Bong Joon-ho trabalha elementos bastante presentes na cultura asiática, em que os tokusatsus reinam com os clássicos monstros bizarros lutando contra grupos de heróis. Claro que Bong Joon cria uma história humana e realista sem usar os tokusatsus, em que um rio se contamina e por isso uma criatura acaba sendo criada e sai do esgoto para matar as pessoas. É um filme que se visto hoje não assusta, mas sua mensagem não envelheceu, pelo contrário: continua bastante atual.

6. Invasão Zumbi (2016)

Um filme de terror com uma premissa bastante simples, em que pessoas começam a se tornar zumbis em um trem, e os protagonistas precisam lutar para sobreviver em um ambiente extremamente limitado. Yeon Sang-Ho sem saber criou um clássico cultuado por todos e amado pelos fãs de filmes de terror. As cenas filmadas no trem são de arrepiar e de tirar o fôlego.

5. Poesia (2010)

Lee Chang-dong (Em Chamas) entrega um filme brutal e sensível a respeito de Mija, uma senhora de 66 anos, que vive solitária e descobre sofrer de Alzheimer. Uma história fascinante, e cheia de desdobramentos. O diretor insere no meio da trama alguns dramas pesados que a personagem precisará enfrentar. Um filme carregado de poesia e simbologia que somente o cinema coreano é capaz de inserir.

4. Casa Vazia (2004)

Ki-duk Kim é outro diretor, para aqueles que gostam do cinema sul-coreano, ficarem de olho. O cineasta já fez diversas obras intrigantes e atemporais, como Pietá e A Rede, mas Casa Vazia é sem dúvida uma de suas obras mais poéticas e tocantes, para não dizer a sua obra-prima. Há uma mensagem que o diretor quer nos passar, uma situação social pelo qual os protagonistas percorrem, e isso é passado com muita sutileza e sensibilidade. É sem dúvida um grande filme.

3. A Criada (2016)

Park Chan-wook, diretor de Oldboy, retorna com outra trama belíssima. Em A Criada o diretor criou uma verdadeira trama enigmática e sensual envolvendo a Coréia do Sul durante os anos 30, sob ocupação japonesa. Uma história cheia de segredos e enigmas, com maravilhosos plot twists, e que fazem do cinema coreano essa obra-prima estrutural de roteiro que é.

2. Parasita (2019)

Parasita é um filme magnífico e não à toa entrou para a história ao conceder Oscar 2020 ao diretor Bong Joon Ho nas principais categorias, entre elas a de Melhor Diretor e Melhor Filme. A verdade é que Bong Joon Ho criou uma história universal, em que a trama dialoga a respeito de diversos temas, principalmente sobre o capitalismo e mostra a realidade da Coréia do Sul, portanto o diretor quis mostrar a realidade de seu país, mas acabou apresentando a realidade de muitas pessoas.

1. Oldboy (2003)

Oldboy é um clássico do cinema sul-coreano e por isso tem seu lugar de destaque. É difícil montar uma lista que não esteja nas primeiras posições. Pode-se dizer que o longa de Park Chan-wook, lançado em 2003, ajudou a popularizar o cinema da Coréia do Sul, principalmente no Ocidente. Chan-wook criou uma história de vingança e crueldade com um dos plot twists mais fantásticos já presenciado. O roteiro dinâmico, a violência e o jeito com que o diretor trata a narrativa, e toda a abordagem é uma verdadeira aula de como um diretor deve dirigir um filme. Quem gosta de cinema asiático, principalmente sul-coreano, precisa assistir Oldboy.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

É OFICIAL: Disney confirma lançamento do Disney Plus para novembro deste ano, no Brasil

American Pie 9 muda as regras ao trazer protagonistas femininas