A série Marianne (Samuel Bodin), da Netflix, é um dos poucos exemplos de como uma produção simples, com um roteiro ajeitado e sustos bem elaborados, consegue prender a atenção do telespectador e ao mesmo tempo fazer com que o público sinta diferentes sentimentos, desde medo até a tensão pelo suspense e terror bem inserido em cenas chaves. Neste texto vamos comentar o final e fazer uma análise de pontos chaves da trama.

Spoilers

Emma e o início da possessão

O longa é bem didático em explicar essa questão, de como Emma é possuída pelo espírito maligno de Marianne. Quando criança, Emma colocou o rosto próximo a um buraco que havia no chão, e lá ouviu vozes a chamando, foi como uma libertação para Marianne, que precisava de um corpo para tentar possuir.

A jovem Emma então cresceu, e quando adolescente, após alguns acontecimentos estranhos serem presenciados, brinca com seus amigos de chamar o espírito para que esse se manifeste. Esse jogo de Emma e seus amigos é como se servisse para despertar algo que estava ali escondido, apenas esperando a chance para começar a agir.

Emma ainda jovem, ao conversar com o Padre Xavier, descobre que Marianne está com ela, não dentro de Emma, mas junto com ela, e assim o padre a orienta a sair da cidade para que possa se proteger e proteger aos seus amigos e familiares das forças do mal. Então Emma vai embora da cidade, após destruir a igreja, e com isso os acontecimentos param de aparecer em sua vida. Emma só passa a sofrer de pesadelos, até que encontra sua amiga de infância na noite de autógrafos, e após essa se matar acaba retornando á cidade natal.

O demônio que possuiu o corpo de Marianne

Em um dos episódios da série, quando o inspetor Ronan ainda tinha uma importância para a trama e buscava explicações dos acontecimentos estranhos por trás de Emma e das mortes de sua mãe, eis que encontra um livro com o dono do antiquário e especialista no assunto. O livro fazia relatos antigos de quem era Marianne e também falava do demônio que a havia possuído no passado. Então é citado o demônio de nome Beleth e suas inúmeras legiões, e com o passar da história descobrimos o real motivo para que Marianne se torne má.

Quem é Marianne?

Marianne foi uma mulher que viveu em 1617. Seu desejo era o de ter um filho, e para isso faz um pacto com o diabo para que conseguisse seu desejo de ser mãe. Aquela cena, uma espécie de lembrança, em que voltamos até o século XVII e assistimos a um religioso tentando queimar o contrato que Marianne fez com o demônio. Eis que ele começa a imaginar coisas irreais assustadoras, e desiste de queimar o papel, que obviamente queimado pela metade mantém o encanto da alma da Marianne sob custódia do demônio.

Marianne pedia, incessantemente, para que Emma voltasse a escrever. Esse pedido se devia ao fato de que ajudaria a alma maligna de Marianne de se manter entre os vivos através da lembrança, pois quanto mais as pessoas soubessem dela, mais forte se tornava. Seu objetivo foi o de sempre pegar o corpo de Emma, e essa obstinação voltou a crescer quando Emma retornou a cidade natal, fazendo com que o espírito de Marianne voltasse a ter força.

Há uma cena, nos episódios finais, em que o Padre Xavier acusa Emma de ser a Marianne. Ele diz isso por achar que Emma estivesse possuída e que o ato de escrever fosse irreversível. É fato que Marianne já havia controlado, quase na totalidade, o corpo e a alma de Emma, mas graças ao colar o encanto se quebra, e Emma conseguiu se livrar, com a ajuda do padre, de Marianne.

Marianne Aparece no Final

Ao descobrirmos que Marianne tem uma relação de muitos anos com Emma, há uma busca por parte de Emma de a vencer. É aí que aparece o Padre Xavier tentando queimar o acordo que Marianne fez com o demônio, e assim a derrota de vez. Enquanto isso Emma estava sendo levada, por Marianne, pelos campos rumo a cidade. Não há uma menção na série do que teria nesta cidade, mas há de se ter noção pelo o que foi mencionado sobre o demônio Beleth e suas legiões, de que a cidade estaria repleta de demônios.

Aquela mulher, portanto, que segura a mão de Emma no último episódio é a Marianne de 1617. Aquele é seu aspecto caso estivesse viva, mas sabemos que aquela é apenas sua imaginação, e que aquela é a Marianne possuída pelo demônio. O colar, que foi pego pelo inspetor Ronan no antiquário de produtos religiosos e antigos, ajuda a quebrar o encanto no qual Emma estava presa, e possivelmente a ajuda a quebrar o elo que existia entre Marianne e Emma.

O que Aconteceu com Camille?

Camille é a assistente da personagem Emma, mais especificamente da escritora Emma. Camille é apresentada como uma mulher calma, aparentemente sensível e calada. Durante toda a trama teve uma importância, para depois do embate na residência de Emma ser levada ao hospital, e possivelmente ficar em estado de coma. Novamente, durante a trama presenciamos o que aconteceu com Camille. A jovem havia sido possuída por Marianne, que tentou matar o pai de Emma ainda no hospital, mas por sorte, na hora certa é desafiada e retirada de seu corpo. 

No episódio final, no diálogo dentro do carro, em que Emma pergunta para Camille se Marianne havia a levado para a cidade, Camille faz um olhar de horrorizada e assustada, possivelmente por não acreditar que aquilo tivesse sido real, e ainda mais por saber que não havia sido a única a ter visto a tal cidade (possivelmente com vários demônios no local). O silêncio de Camille não era apenas de medo ou de um trauma sofrido, mas também de não saber como lidar com tudo aquilo que havia presenciado.

De Quem é o Filho de Emma?

Emma está grávida do mesmo demônio que se apossou do corpo de Marianne. Quando Emma está no quarto se relacionando com seu amigo de infância Séby, um desejo seu que se manifestou após o encontrar ao retornar para a cidade, ele então a pede para que não conte a ninguém que aquilo tinha acontecido. 

Na realidade, aquele não era seu amigo Séby, e sim o demônio que se manifestou na forma de outra pessoa, apenas para se relacionar com ela, e ao estilo O Bebê de Rosemary a engravidar, por isso é natural dizer que Emma está grávida do demônio.