em , ,

Crítica | Algum Lugar Especial – Um Drama Inspirador

Com Spoilers

John (James Norton) é um pai que se dedica integralmente ao seu filho Michael (Daniel Lamont) e sozinho, já que sua esposa e mãe do garoto foi embora depois do parto. Porém, algo trágico ocorre em sua vida e precisa decidir se irá conceder seu filho para a adoção ou não.

Essa é a trama de Um Lugar Especial, que foi inspirado em fatos reais, e traz uma história de vida que irá tirar lágrimas de quem for mais emotivo. O drama, ao tratar de um tema tão particular do personagem, acaba por fazer o espectador experimentar o sentimento que o pai tem naquele momento sente, até porque John está de mãos atadas e não tem com quem deixar a criança e isso é algo que acaba sendo manifestado de forma emotiva pelo espectador que assiste.

É difícil não ter empatia e não se comover com o que está acontecendo a John, que de todas as formas protege o seu filho para não saber a verdade sobre a doença que aflige a ele. A questão dramática é muito bem trabalhada neste ponto, sem precisar apelar para situações que façam o público chorar, tudo vai acontecendo da forma mais natural possível, acompanhando o dia a dia de John até o derradeiro momento que terá de tomar uma decisão.

Com um roteiro simples e que trabalha as novas condições de saúde do pai e do filho acaba fazendo algo que alguns dramas não conseguiram, que é o de contar com poucas palavras e diálogos a história. Dia após dia vai ficando evidente que John está pior e a sua angústia em saber que não estará mais lá para cuidar do filho vai se acentuando, e o roteiro faz questão de mostrar todos os tramites em que ele percorre até chegar a derradeira cena final que é um verdadeiro soco no estômago, uma cena autoexplicativa que não precisa nos mostrar o que aconteceu de fato, pois já temos uma ideia do que ocorreu.

A direção de Uberto Pasolini é um dos destaques, pois em uma trama desse estilo seria muito mais fácil para o cineasta fazer um filme que descambasse para algo dramático ao estilo de uma produção mexicana, mas o diretor vai por outro lado e não tem como objetivo fazer apenas o público chorar, mas também refletir sobre a situação de John e queira ou não o espectador pensa automaticamente se caso isso acontecesse com si, como seria a reação?

Um Lugar Especial funciona bem com seu elenco reduzido, na maior parte do tempo com dois ou três personagens em cena e que vão nos apresentando a história. É um filme triste, sobre a vida e sobre os dilemas que vão surgindo pelo caminho, mas também um longa sobre decisões e sobre a importância de se ter alguém por perto. John teve o seu filho como grande amigo na sua jornada particular, até que não pode mais esperar e teve que ter coragem para se decidir.

Algum Lugar Especial (Nowhere Special, Reino Unido, Itália, Romênia – 2020)

Direção: Uberto Pasolini
Roteiro: Uberto Pasolini
Elenco: James Norton, Daniel Lamont, Eileen O’Higgins, Valene Kane
Gênero: Drama
Duração: 96 min.

O que você achou desta publicação?

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Confira as principais estreias do mês na Netflix em julho

Discovery+ chegará ao Brasil em setembro