em

Lista | Os 5 Melhores filmes de George Romero

É nesses momentos que cada vez mais reparamos como tínhamos ainda entre nós em vida, mestres de um passado não tão distante que inspiraram gerações atrás de gerações de cineastas até hoje. E sentimos talvez o peso de sua grande perda, como fora recentemente com George Romero.

Um diretor que subverteu a linguagem do gênero de terror, e do próprio cinema em si com suas tornadas satíricas e críticas sociais no embalo de filmes gráficos e violentos mas com um extremo alto nível de entretenimento. E, acima de tudo, uma personalidade artística e autoral pessoal!

Seus zumbis não eram meros monstros criadores de ação e imagens explicitas e sanguinolentas. Foram criaturas alegóricas, repletas de camadas que gritavam manifestações artísticas diversas e abordara temas de paranoia, a guerra fria, descriminação, racismo, cultura do consumismo capitalista, a subjugação do mais forte em cima do mais fraco.

E eis aqui os 5 filnes que melhor representaram esse cinema de George Romero:

5. Creepshow – Show de Horrores (1982)

Apenas junte a mente que revitalizou o gênero de terror de um lado com Romero na direção, e do outro coloque a mente criativa de alguns dos maiores clássicos da ficção sobrenatural com Stephen King no roteiro, e você já pode ter uma ideia da grande parceria de gênios que se encontra aqui. Talvez não um de seus filmes mais autorais e alegóricos, mas um ótimo demonstrativo da criatividade de um digno grande cineasta que Romero conseguia ser por trás da câmera que remexe nas mais absurdas, gráficas e gritantemente divertidas como aqui.

4.  Dia dos Mortos (1985)

Talvez o mais divertido e subversivo da primeira trilogia zumbi que Romero viria a realizar em seu ápice. Só por colocar em sua trama militares e cientistas em abrigos subterrâneos enquanto os mortos caminham pela Terra, Romero mete o dedo na ferida sem pudor contra visão militar cega, extremista e retrógrada destruindo os resquícios de humanidade que restam nos mortos que caminham em um mundo perdido.

3. Martin (1977)

Não só (inegavelmente) um dos melhores filmes de vampiros de todos os tempos, o filme de Romero também é um digno filme adolescente que possui um tom pessimista, cru e direto em sua retratação da contra cultura marcante da Nova Hollywood Americana sendo posta em prática em seu cinema. Ao fazer uso do sobrenatural para explorar a estrutura e dinâmica familiar do falso american way of life e a intensa falta de consciências ideológica no meio social da mesma representada nos jovens personagens deslocados parecendo velhos e corroídos por dentro. Selvagem como sempre, mas ao mesmo tempo delicado em suas caracterizações dramáticas. Você nunca vai se identificar tanto com um morto vivo como aqui.

2. A Noite dos Mortos-Vivos (1968)

O grandessíssimo início de tudo que o gênero só tem a agradecer por possuir hoje. O uso da  violência gráfica e nudez explícita em prol do entretenimento exploitation, junto de uma forte alegoria temática ressonante como o racismo; elementos assim que impulsionaram o subgênero dos zumbis e do terror até hoje. Que carrega ainda em belprazer de seu diretor um gosto pela alegoria e crítica sociopolítica gritante e fortíssima, mas sem nunca transformá-lo em algo panfletário, e muito menos perder sua força e o caráter inventivo que só enriqueceu a linguagem e possibilidades narrativas de todo o gênero!

1. Despertar dos Mortos (1978)

Sem sombra de dúvidas, eis aqui o ponto mais alto da genial carreira de Romero. Apenas em resumidas palavras o perfeito filme de zumbi, que no meio de seu alto nível de entretenimento e uso imaginativo, criativo e brilhante na concepção da visceral violência gráfica; abre espaço para transpor tematicamente uma crítica sutilmente gritante da toxicidade na cultura consumista no nosso mundo moderno representados em seu palco de um grande shopping center. É a perfeita obra que representa com louvor todo o rico cinema de um cineasta de caráter único e nada menos que genial!

Hours Concours:

O Exército do Extermínio (1973)

Não poderia deixar de mencionar este que é outra das mais criativas e tematicamente pulsantes obras que Romero já criou. Uma espécie de peculiar mistura de filme de ação gore com elementos de horror e toques de ficção científica que nos transportam imersivamente para um cenário de derrocada social frente às convicções anárquicas que deturpam sua ordem. Que tanto se refletem em conflitos urbanos armados em um cenário de guerra que nós mesmos podemos experienciar diariamente em qualquer lugar do mundo. Sem falar que é um dos dedos na ferida da guerra do Vietnã mais sem pudor, que talvez nem Oliver Stone conseguiu realizar.

Esperamos que essa pequena lista tenha servido para os que ainda desconhecem a arte Romero, os tenha inspirado a conhece-la por completo. E talvez relembrar com admiração e saudade esse grande diretor!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Raphael Klopper

Estudante de Jornalismo e amante de filmes desde o berço, que evoluiu ao longo dos anos para ser também um possível nerd amante de quadrinhos, games, livros, de todos os gêneros e tipos possíveis. E devido a isso, não tem um gosto particular, apenas busca apreciar todas as grandes qualidades que as obras que tanto admira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

The Walking Dead | Gravações retornam depois de tragédia com dublê

Lista | As 5 melhores performances de Martin Landau