em ,

O melhor do nada! Os 10 episódios definitivos de Seinfeld

Seinfeld, a maior sitcom da história da televisão americana, finalmente está disponível no streaming da Netflix. É uma série que marcou os anos 90 e que permanece relevante e engraçada até hoje, então nada melhor do que ranquear os episódios mais especiais da obra prima criada por Larry David e Jerry Seinfeld.

Confira abaixo nossa seleção!

The Chinese Restaurant (2ª Temporada)

É um dos episódios que melhor define o nível de experimentalismo e humor nonsense da série. Além de se passar em tempo real, a trama de The Chinese Restaurant é o tipo de momento que veríamos sendo cortado em outras narrativas: os personagens passam todo o episódio esperando uma mesa para jantar, elaborando os mais diversos diálogos, conflitos e até apostas enquanto a fome cresce.

The Pitch (4ª Temporada)

É engraçado se referir a Seinfeld como a “série sobre o nada”, devido a sua insistência em tramas cotidianas e eventos mundanos. Imagino que a brincadeira chegou a um nível onde Jerry e Larry David se viram num beco sem saída e apostaram na metalinguagem: neste episódio, Jerry e George começam a escrever uma série sobre suas próprias vidas, literalmente espelhando os eventos da vida real que levaram à criação de Seinfeld – que na série, claro, se chama Jerry. Uma deliciosa metalinguagem.

The Contest (4ª Temporada)

Um clássico da comédia americana… É também uma das peças definitivas para entender a psique de Larry David, que viria a explorar mais frustrações sexuais em Curb Your Enthusiasm. No episódio, que é um dos mais premiados da série, Jerry, George, Elaine e Kramer fazem uma aposta de abstinências de masturbação. Não apenas rende resultados e consequências hilárias, mas é uma aula de roteiro ao ponto de nunca usar a palavra masturbação ou outros termos do tipo. I’m out!

The Puffy Shirt (5ª Temporada)

O nascimento de um ícone. Entre subtramas maravilhosas, que envolvem a impagável situação em que George descobre seu talento para ser um modelo de mãos, o grande destaque de The Puffy Shirt é a horrorosa camisa bufante que Jerry é forçado a usar em um evento beneficente, que lhe dá a hilária aparência de um pirata. Excepcional.

The Pie (5ª Temporada)

Mistérios idiotas costumam render as melhores histórias de Seinfeld, com a falta de soluções sendo cereja no topo do bolo. E por falar em sobremesas, é justamente esse o grande mistério do episódio: a atual namorada de Jerry se recusa a comer um pedaço de uma torta, provocando uma dúvida cruel e angustiante no protagonista. A mais banal das premissas, mas que rende reviravoltas espetaculares.

The Airport (7ª Temporada)

Por mais que a série encontre grandes picos de brilhantismo ao confinar seus personagens em espaços isolados, temos exemplos de grandes episódios que levam a turma pelas ruas e além. Um formidável exemplar é a aventura noturna de desencontros em aviões e dois aeroportos diferentes, que rendem conflitos de classe dentro de uma aeronave, um condenado a prisão perpétua e Kramer ciente de que um estranho lhe deve dinheiro. 

The Soup Nazi (7ª Temporada)

Grande charme de Seinfeld está nos coadjuvantes esquisitos que aparecem aqui e ali em cada narrativa. Definindo perfeitamente o humor nova-iorquino de “pessoas estranhas”, The Soup Nazi nos apresenta a um ranzinza sopeiro que é famoso por ter a melhor sopa da cidade, mas também apresenta um desafio devido a seu temperamento explosivo. Ver Jerry, George e especialmente Elaine enfrentando a “gestapo” do Sopeiro é um dos grandes deleites da série.

The Bizarro Jerry (8ª Temporada)

Quando Larry David deixou o núcleo criativo de Seinfeld, a série passou por uma fase curiosa. Sim, as histórias ainda eram baseadas em conflitos e picuinhas cotidianos, mas agora com um elemento estranhamente fantasioso. A porta de entrada desse estilo vem com The Bizarro Jerry, onde a turma encontra um “mundo invertido” com versões antagônicas de seus integrantes habitando Nova York.

The Little Kicks (8ª Temporada)

Apesar de ser o nome de Jerry Seinfeld que literalmente encabeça a série, não subestimem o talento cômico de Julia Louis-Dreyfus. É aqui que a brilhante comediante oferece uma de suas performances físicas mais hilárias com a estranhíssima dança de Elaine, que rende repercussões impagáveis. E o episódio ainda se beneficia de situações engraçadas onde George tenta agir como bad boy para impressionar uma mulher e Jerry e Kramer se metem em pirataria de filmes.

The Betrayal (9ª Temporada)

Pessoalmente, meu episódio preferido da série toda. Apesar da saída de Larry David, os roteiristas e produtores continuaram com ideias subversivas e que desafiavam o formato da TV. O ápice criativo do show está em The Betrayal, conhecido por ser o episódio “ao contrário”, onde todos os eventos se desenrolaram da última cena até a abertura. Simplesmente brilhante em termos de roteiro, piadas e situações que realmente só ficam engraçadas pelo desenrolar reverso. E foi feito anos antes de Amnésia, de Christopher Nolan, hein.

O que você achou desta publicação?

Publicado por Lucas Nascimento

Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Emissoras de TV têm alta na audiência após queda das redes sociais

Podcast Três É Demais #80 | Atividade Paranormal 3