Quando se pensa em vilões da DC Comics, parece que imediatamente vem à mente a galeria de antagonistas do Batman, do Superman ou um ou outro do Flash e Lanterna Verde. E com razão, claro, afinal as listas são impecáveis e recheadas de fascinantes e memoráveis personagens, porém isso não significa que muitos deles não façam jus a outras galerias menos conhecidas e exploradas pela mídia além dos quadrinhos. Um desses casos de galeria subestimada, trata-se dos antagonistas da Mulher-Maravilha, que varia desde doutores loucos, militares, cientistas a deuses, feiticeiras e mutantes. 

Nessa lista, apenas compartilho 5 desses vilões e dou meus pitacos a respeito da possível introdução deles em uma futura adaptação para o Universo Estendido da DC nos cinemas. Vamos a ela.

 5. Maxwell Lord

Ok, Maxwell Lord não é conhecido por ser diretamente um vilão da Princesa Amazona, e nem devia, visto que é mais associado como um antagonista da Liga. Entretanto, ele precisa estar na lista por conta de um fator importantíssimo; trata-se do personagem responsável por um momento crítico no qual Diana quebra seu código de conduta assassinando Maxwell quebrando seu pescoço por ter controlado o Superman. Um enorme fardo e peso na consciência acompanharam a heroína dessa história em diante, sendo relembrado várias vezes por outros atores.

4. Doutor Psycho

O vilão mais sádico da lista. Tendo suas motivações baseadas em conceitos puramente misóginos, o Doutor é retratado como um antagonista cínico e covarde que constantemente se vê diminuído, tendo na tortura e domínio de, por exemplo, uma semideusa, uma satisfação psiocológica para consigo mesmo. Uma excelente opção caso o DCEU desejasse apostar fora da zona de segurança na área da vilania. Peter Dinklage, por favor. 

 3. Ares

                                             

O primeiraço vilão da Princesa Amazona! Criado por William Moulton Marston em 1942 fazendo sua estréia na primeira revista da heroína e revitalizado pelo gênio George Perez, o Deus da Guerra sempre serviu de grande desafio físico para embates épicos mas é no simbolismo que o vilão brilha na hora de antagonizar Diana e construir uma série de camadas específicas para ambos. Uma pena que fora tão subaproveitado no recente longa do Universo Estendido da DC.

2. Cheetah

Já tendo passado por reformulações bruscas, a Mulher Leopardo se firma como uma das antagonistas mais antigas da Amazona, tendo sido criada em 1943 como uma ladra de dupla personalidade. O manto de Cheetah se estende pelo pós-Crise para um ser mutante e até uma versão masculina – da qual espero, sinceramente, nunca ver adaptada. A vilã apresenta considerável desafio físico, tendo derrotado diversos membros da Liga, e simboliza o oposto de Diana, tendo sua selvageria e raiva uma das principais características contra a serenidade da heroína. Tendo recebido maior atenção durante o pós-Novos 52 e até aparecendo no novo “Injustice 2”, não seria estranho a presença da vilã em uma sequência do filme solo da Princesa de Themyscira. Charlize Theron, sim ou claro?

1. Circe

Banida por Hipólita, a feiticeira Circe, desde 1949 em Mulher Maravilha #37, assume o posto de maior antagonista da heróina, servindo como um perfeito contraponto e representando uma ameaça tanto física quanto mental. Não faço ideia de como adaptariam seu visual – que já passou por algumas reformulações – para as telas devido a clara extravagância mas não seria nada mal ver Eva Green o experimentando, não acha?

Comente!