em ,

Lista | Dicas para se dar bem em Destiny 2

Destiny 2 está entre nós! E com ele, novos jogadores se juntam ao clã de milhares de fãs da série. Decidimos então criar um compilado de dicas básicas e úteis para os jogadores se familiarizarem com o game antes de entrar de cabeça no universo criado pela Bungie.

A primeira coisa que você precisa saber é que Destiny é um game vivo, onde muitas coisas irão mudar com o tempo, a medida que a desenvolvedora for atualizando o jogo com patches e atualizações. Como no primeiro jogo, é prometido um massivo apoio da Bungie em continuamente oferecer conteúdo novo ao longo do tempo, como eventos e expansões ao longo dos próximos meses. Fora isso, estas são as dicas para tornar seu Guardião o melhor do Clã:

*Se você só quer ler as dicas principais do texto, veja sempre a palavra “dica” grifada no texto.

 

Campanha e tipos de missão

Logo no início, você será jogado em uma missão da campanha onde a cidade principal do primeiro título está sendo destruída pela Legião Vermelha. As primeiras horas do game servem como um tutorial e estabelecem a narrativa do game, então não espere jogar com os amigos nas primeiras 2 missões do game, sendo apenas após a terceira que o co-op ficará disponível para ser jogado com amigos online.

A primeira pergunta que muitos vão se perguntar ao começar Destiny 2 é “eu preciso ter jogado o primeiro Destiny para entender a história?”. E a resposta é…NÃO!

O jogo consegue apresentar bem a premissa principal sem você precisar saber muito do lore. Apesar de ter personagens apresentados no primeiro título e prosseguir com a trama principal, o próprio Destiny 1 tinha pouco conteúdo dentro do jogo que mostrava todo o background desse universo. Uma dica? Leia o lore em algum site ou vídeo para se familizarizar com o universo. Recomendamos o canal My name is Byf, que fez um vídeo gigantesco mostrando todo o lore da franquia até o começo dos acontecimentos de Destiny 2.

Após esse início, o jogador terá acesso ao primeiro grande mapa do game, a Zona Morta Europeia, na Terra. Nela, você terá liberdade de percorrer um espaço gigantesco junto com outros jogadores online aleatórios, explorando novas áreas, caçando inimigos e indo atrás de looting nos baús espalhados pelo mapa.

Mas as missões mesmo são divididas em três tipos: missões de História, marcadas com o símbolo vermelho no mapa; Aventuras, as missões secundárias do game, que podem ser acessadas a qualquer momento; e os Eventos Públicos, missões temporárias que aparecem no mapa a qualquer momento, fazendo os jogadores daquele local irem direto ao ponto do evento para destruir os inimigos e ganhar o looting necessário. Sempre veja o nível mínimo de Força requerida para a missão e quais as recompensas ao concluí-la para ter certeza que aquela missão é para o seu Guardião.

Se o seu objetivo é chegar ao final do jogo bem equipado e com level alto, então apenas fazer as missões principais não será suficiente. Deixe em mente que é essencial fazer os outros tipos de missão (e repeti-los para ganhar loot raro) para tornar seu Guardião forte e resistente as ameaças que virão. Para você saber, 20 é o level cap do jogo no lançamento, então chegar até ele é  seu principal objetivo…além de completar a história do game, claro.  

 

Conhecendo as áreas do jogo

Destiny é divido em áreas, onde os jogadores podem se juntar e ir atrás de missões, socializar ou entrar em PVP. A principal área do jogo é A Chácara, uma espécie de Hub onde o jogador poderá socializar, melhorar suas armas e equipamentos e decodificar Engramas recebidos nas missões para trocar por equipamentos Exóticos e Lendários. É importante ir e voltar constantemente pela área para comprar novos itens e atualizar seus baús de tesouros.

A outra área importante ser conhecida é o Crisol, local onde os PVP’s acontecem. Ao contrário de Destiny 1, onde os PVP’s eram estabelecidos em partidas de 6×6, aqui a Bungie resolveu cortar o número para 4X4, provavelmente por motivos de estabilidade na taxa de quadros, que consegue se manter em 30 fps em qualquer momento do game. Fora isso, o PVP continua divertido e seu nível de experiência/equipamento não importa, podendo ser acessado a qualquer momento. Apenas no modo Iron Banner que seu personagem será usado, mas você não deve se importar com isso no início do jogo.

E as áreas principais, onde você fará as missões principais e secundárias. O primeiro desses locais de missões que você irá desbloquear é a própria Terra. Ali, você terá liberdade de se locomover e encontrar missões principais. Outros planetas vão sendo desbloqueados ao longo da campanha.

Uma dica é sempre procurar itens escondidos (além dos baús de loot já mencionados) que variam dependendo do planeta. Pegar Fragmento de Luz Crespuculares na Terra ou coletar Poeira Alcana em Titã é uma maneira bacana de passar o tempo entre uma missão e outra. 

Classes e Subclasses

Após definir a aparência e raça, você vai escolher qual classe seu personagem será. Sendo elas:

Titã: O mais resistente e capaz de ataques físicos fortes. O famoso “tanque” dos games. Use sempre armas pesadas e ataques físicos para derrotar os inimigos.

Caçador: Ágil e especializado em armas de longa distância, além de habilidades bem poderosas para assassinar seus inimigos.

Arcano: Capazes de usar magias e levitação. Grandes ondas de energia podem ser ativadas com ele no ar para causar dano maior ainda nas hordas de inimigos.

Enquanto as classes definem a base das habilidades e especialização do seu personagem, as subclasses são modificações em cima dessas habilidades e de seus Supers (espécie de especial que o personagem libera temporariamente), que podem ser desbloqueadas e customizadas a medida do level do seu personagem . Essas subclasses podem ser escolhidas no inventário dos equipamentos e são muito úteis para moldar o seu personagem. Uma dica para ganhar sua segunda subclasse logo no início do game é fazer a missão Fragmento do Viajante.

Uma dica é não esquecer de customizar e utilizar suas habilidades específicas de classe, especialmente a vinculada no botão bolinha no PS4/B no Xbox, que ao ser pressionada libera uma habilidade específica, como o escudo protetor com a classe Titã.

Apesar de Destiny incentivar o multiplayer, caso queira jogar por conta própria todas as missões do game, nossa dica é escolher a classe Titã, já que seu poder defensivo e ofensivo é alto e você provavelmente não terá muitos problemas mesmo enfrentando hordas gigantescas de inimigos.

Looting e Equipamentos

Looting é a palavra-chave do sucesso de Destiny, e com ela, a melhora do seu arsenal. Sempre confira o inventário através do menu para equipar os melhores equipamentos que você conseguir achar e ganhar como recompensa nas missões. Equipar os melhores equipamentos é essencial para o sucesso. Aumentar seu nível de Poder é importante para entrar em missões mais difíceis e conseguir derrotar mais facilmente inimigos.

Os equipamentos recebidos nas missões, baús e deixados pelos inimigos derrotados se dividem em cores, que representam a raridade de cada arma: brancas são os equipamentos mais comuns e encontrados em todos os lugares; verdes, azuis escuros e roxos são de raridade maior, deixadas ao concluir missões e inimigos mais fortes; e os amarelos são os equipamentos exóticos, que só podem ser equipados um por vez no seu personagem.

E se estiver insatisfeito com o seu equipamento, NPC’s na Chácara ou em outros pontos nos planetas podem vender equipamentos melhores. A moeda de Destiny é a Lúmen, recebida após derrotar inimigos e passar de missões. Isso é essencial para aqueles que querem ganhar vantagem e ir adiantando suas habilidades sem necessitar do loot do jogo.

Porém, não vá com sede ao pote ao tentar pegar todos os itens de uma vez, pois você ficará sem espaço no seu inventário. O limite do inventário para cada parte de seu equipamento e arsenal são 9 itens, então constantemente você vai se encontrar com o inventário cheio de itens de nível baixo. Guarde eles no seu Cofre, localizado na Fazenda, ou os desmonte para ganhar Lúmen.

E não é porque o equipamento está em um nível abaixo que ele se tornou inútil. A dica importante é guardar alguns itens com vantagens para transformá-los no sistema de infusão de equipamentos Exóticos e Lendários, melhorando ainda mais tais equipamentos, algo que você provavelmente vai utilizar mais para frente na sua jornada.

Armas

Há três tipos de armas: as cinéticas a sua arma primária; as energéticas, ou as armas secundárias; e as potentes, armas especiais que conferem dano extra mas tem menos capacidade de munição.

Tais armas podem ser modificadas, além dos tonalizadores (mais explicações abaixo). Dividido em duas categorias de customização: a primeira são as vantagens da arma, inerente em cada uma que você encontrar durante o jogo. Nela você poderá mudar o tipo de mira, melhorar a estabilidade e cadência dos tiros, etc. Além disso existem os mods, onde estão incluídos os tonalizadores, além de modificadores em relação ao dano.

E quando for enfrentar uma das criaturas, tenha em mente que nem todas tem o ponto fraco na cabeça. Os soldados Legionários da Cabal, por exemplo, tem um jetpack nas costas que pode ser atingido para maiores danos. E as vezes atirar na cabeça pode gerar mais problemas, como os robôs Goblins localizados no planeta Nesso, que ao terem suas cabeças atingidas, ativam o seu sistema de autodestruição e vem para cima do jogador. Tenha em mente também o tipo de energia que cada arma dispara, já que seu poder efetivo varia dependendo do campo de força de cada inimigo.

Tendo dificuldade em ver a diferença de nível dos equipamentos no seu inventário para decidir qual desmontar ou guardar? Uma dica é segurar L2 e ver automaticamente o nível de todas elas sem precisar passar o cursor.

Clãs e missões cooperativas

Destiny 2 vai além de um mero FPS singleplayer. O essencial para se aproveitar ao máximo do jogo são as possibilidades de interação com outros jogadores. E uma das maiores ferramentas para isso são os Clãs, grupos opcionais onde o jogador pode entrar para ganhar experiência junto com um grupo de amigos. Você pode entrar em um grupo já existente ou criar o seu, com o aplicativo Companion no site Bungie.net.

As vantagens de se ter um clãs são diversas, uma delas é ganhar todo o loot e experiência da missão que seus amigos receberem, além de ajudar a desbloquear vantagens para o seu grupo colocando bandeiras do seu grupo no mapa. A dica é se juntar a um clã de amigos ativos logo de início, assim você já vai ganhando experiência bônus com as missões em grupo. Se junte a um time com todas as classes e tente coordenar seus ataques para se sair melhor nas missões em grupo, como as raids.

Falando em rais, vamos falar um pouco sobre os tipos de missões cooperativas. Temos três tipos; Strikes, missões longas bem desafiadoras que terminam com um boss de fase; Nightfall são missões semanais que os jogadores poderão acessar apenas uma vez por personagem, o loot é extremamente valioso neles e com certeza você irá encontrar itens exóticos e lendários; e as Raids, as maiores missões do game, podendo durar horas. Nelas, os jogadores terão diversos desafios, como puzzles, momentos de plataforma, etc. Além do boss final de cada raid ser extremamente desafiador e obrigar os jogadores a pensarem juntos se quiserem derrotá-lo. A recompensa para esse desafio todo? Loot exclusivo de cada raid, necessário caso o jogador queira chegar no level máximo do game.

Tonalizadores e microtransações

Uma das novidades de Destiny 2 – e talvez a mais polêmica e comentada pelos jogadores na época de lançamento – foram os shaders, ou tonalizadores.

Tonalizadores são basicamente as skins do jogo, cores que os jogadores podem usar para alterar esteticamente seus equipamentos. Ao contrário do game anterior, esses tonalizadores só podiam ser colocados na armadura inteira e não havia possibilidade de escolher individualmente por peça do seu equipamento. Agora é possível colocar um tonalizador diferente no braço e ou na perna, etc.

Tudo certo até aí. Porém, tais tonalizador são adquiridos através de um sistema de microtransação, onde o jogador paga uma certa quantia em dinheiro real para adquirir uma cor diferente de tonalizador. O maior drama é que, além de você não poder escolher exatamente o tonalizador, sendo gerado aleatoriamente após a compra (parecido com as skins de Overwatch), você também só poderá usar apenas uma vez tal pintura, os tornando consumíveis ao invés de itens recebidos permanentemente. Ou seja, se aquele equipamento que você usou um tonalizador se tornar obsoleto, você não poderá retirar a cor e colocar em outro. Imagine que os tonalizadores no primeiro Destiny eram skins removíveis e o do segundo, tattoos permanentes.

Enquanto Lúmen é a moeda que você vai ganhar dentro do game, a Prata é a moeda gerada com dinheiro real (isso mesmo). Com ela, você poderá gastar com skins, emotes, os próprios tonalizadores e até mods de armas, então a escolha é sua se você irá gastar seu próprio dinheiro com tais itens.

Isso pode mudar ao longo de atualizações à medida que a Bungie receber o feedback dos fãs, mas uma dica que deixamos é não colocar nenhum tonalizador em equipamentos logo no início do jogo, pois provavelmente você irá se arrepender depois. Espere ter certeza que você gostou daquele equipamento para colocar os tais tonalizadores e customizar o seu Guardião.

 

Então aqui está! Essas são apenas algumas dicas básicas para os jogadores iniciantes. Você com certeza encontrará muito mais informações jogando Destiny 2 nos próximos meses com seus amigos.

De início você pode achar um jogo linear e com conteúdo mediano, mas após a campanha Destiny 2 se abre ainda mais e te dará muito mais o que fazer, pode ter certeza.

Agora você está preparado para entrar de vez nesse mundo fantástico e gastar horas e horas com seus amigos!

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Artigo | It: A Coisa e a Morte da Inocência

The Disaster Artist | Confira o primeiro trailer completo sobre os bastidores de The Room