em

Opinião | Não, a Marvel não sofrerá Reboot Após Vingadores 4

vingadores 4 reboot

A mídia de entretenimento entrou em frenesi esta semana após uma declaração do presidente do Marvel Studios, Kevin Feige, em entrevista ao Collider:

“Certamente, ao nos aproximarmos de Guerra Infinita existe um senso de clímax, ou de conclusão aos, no momento que chegarmos ao ainda sem título Vingadores 4, 22 filmes que terão formado as primeiras três fases do UCM. E o que acontecerá depois será bem diferente. Eu não sei se é Fase 4, pode ser algo novo.”

Na mesma entrevista, Feige ainda comenta:

“Nós temos uma ideia do que o UCM se parece após Guerra Infinita, e será bem, bem diferente”

E com estas meras duas colocações, o mundo do entretenimento entrou em em pânico. Assim como já entrou várias vezes quando, por exemplo, Robert Downey Jr mencionou não ter certeza se continuaria atuando como Tony Stark e milhares de listas de possíveis atores para lhe substituir surgiram na internet.

No entanto, sob um olhar mais crítico e menos tendencioso, será que um reboot realmente se aproxima do UCM?

O elenco de Vingadores: Era de Ultron ao lado de Kevin Feige, na Comic Con

Aos Fatos

Existe uma quantidade de fatores que levam uma franquia a sofrer o famoso reboot, que é quando a história retorna do zero, novos atores são escalados e continuidade é abandonada. Críticas negativas e bilheterias abaixo do esperado são, na maioria dos casos, motivos suficientes para vários estúdios decidirem puxar a tomada de um projeto. Conclusão de um arco, renovação de contratos com atores e problemas entre estúdio e diretor são motivos também mas que são geralmente contornáveis caso críticas e bilheterias estejam positivas.

O que nos leva ao UCM. Com um histórico de boas críticas, popularidade significativa e um montante massivo de 11 bilhões de dólares em bilheteria mundial (dados de Box Office Mojo), a Marvel não poderia estar mais distante de um cenário onde um reboot é necessário.

Espaço para Novidades

Existe sim a situação de contratos chegando ao fim de personagens chave do universo, como Robert Downey Junior, Chris Evans, Chris Hemsworth e Mark Ruffalo. No entanto, vale lembrar que a Marvel não é mais a mesma que depende exclusivamente dos Vingadores para operar como franquia. Guardiões da Galáxia Vol. 2 está se aproximando do lançamento com previsões de bilheteria aproximando-se de um bilhão de dólares. Sem falar que ainda tivemos (e ainda teremos) vários personagens novos e atores de ponta para seguir a franquia, como o sempre bom Bennedict Cumberbatch, o novato Tom HollandChadwick Bosewick e Brie Larson interpretando respectivamente Dr. Estranho, Homem AranhaPantera Negra e Capitã Marvel. Isso sem falar de Evangeline Lilly, Paul Rudd e Michael Douglas que compuseram o núcleo de Homem Formiga e já confirmaram presença na continuação.

Mais recente painel da Marvel na Comic Con revela diversos novos rostos para o futuro da franquia

Ou seja, cada vez mais a Marvel caminha para além da dependência dos Vingadores. Futuramente, podemos vibrar com a presença de Groot em um filme do Homem Formiga tanto quanto vibramos com a participação da Viúva Negra em Capitão América: O Soldado InvernalA Marvel pode continuar sem estes personagens e pode continuar sem seus atores. Existe uma grande e promissora renovação na Casa das Idéias e isso não pode ser entendido como um reboot.

Outro detalhe que confirma isso é o fato de já termos garantido um lançamento da sequência de Homem Aranha: De Volta ao Lar para 2019 e também uma terceira entrada na franquia de Guardiões da Galáxia. Todos esses filmes estreiam após o lançamento de Vingadores 4.

Sobre Aquele Comentário

Ainda nos resta a declaração de Feige e o furor da mídia. O que deve ser entendido de sua declaração ao Collider?

Simples. Em 2016, Kevin Feige já havia falado sobre o futuro da Marvel ao Entertainment Weekly:

“Eu penso que haverá um fim para momentos da Fase Três, assim como novos começos, e isso pontuará um diferente, bem diferente, distintivamente diferente, capítulo no que um dia será a primeira completa saga feita de três fases”

É interessante notar a presença da palavra “diferente” nas declarações, mesmo com um espaço de um ano entre elas. Essa diferença que Feige se refere é justamente aos rostos de personagens e atores que começaremos a ver nas telas. Sem falar que após criar uma franquia de sucesso estrondoso a Marvel tem mais espaço para assumir novos riscos e tentar coisas diferentes. Um exemplo disso são os heróis que começam a estar presentes em outros filmes, como o Gavião Arqueiro que deve estar em Homem Formiga e a Vespa (2018) ou o mais próximo Thor: Ragnarok que contará com a presença do Incrível Hulk.

“Team ups” terão mais frequência na franquia

Portanto, sem pânico. A Marvel que conhecemos e amamos continuará do modo que gostamos por muito mais tempo com nossos heróis favoritos. Mesmo que mudanças pequenas possam acontecer, podemos ficar tranquilos; o que acompanhamos até agora não será desfeito de um dia para o outro.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Lucas Voltolini

Eu escrevo sobre filmes, jogos e dou uns pitacos sobre a indústria do entretenimento sempre que posso

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Kingsman: O Círculo Dourado | Confira o primeiro trailer do filme!

Star Wars | John Boyega surpreende fãs em campanha beneficente