em ,

Stephen King diz achar “errado” que Oscar considere diversidade nas indicações

Na última terça-feira (14) o autor de clássicos como It e Carrie, Stephen King, foi até o Twitter e comentou sobre a tão polêmica lista de indicados ao Oscar 2020, que havia sido divulgada na segunda-feira (13). A lista da Academia havia sido criticada pela falta de diversidade de gênero, assim como ocorreu recentemente com o BAFTA.

“Como escritor, posso indicar em apenas três categorias: Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Roteiro Original”, escreveu em seu Twitter.

“Para mim, a questão da diversidade – como se aplica a atores individuais e diretores, de qualquer maneira – não apareceram. Dito isto, eu nunca consideraria a diversidade em matéria de arte. Apenas qualidade. Me parece fazer o contrário seria errado”. 

A cineasta Ava DuVernay, que teve o filme Selma: Uma Luta pela Igualdade (2014), no qual lhe rendeu o título de primeira diretora negra a ser indicada ao Oscar na categoria de Melhor Filme, retuítuou o post de King e comentou:

“Quando você acorda, medita, alonga, procura seu telefone para verificar o mundo e ve o tuíte de alguém que você admira que é tão atrasado e ignorante que você quer voltar para a cama”.

Após o seu primeiro tuíte, King parece ter recuado do que havia escrito anteriormente: “A coisa mais importante que podemos fazer como artistas e pessoas criativas é garantir que todos tenham a mesma chance, independentemente de sexo, cor ou orientação. No momento, essas pessoas estão mal representadas, e não apenas nas artes”.

“Você não pode ganhar prêmios se ficar de fora do jogo”, finalizou o escritor.

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Para produtora de 007 James Bond jamais deveria ser uma mulher

Reunião de Friends pela HBO Max pode não mais acontecer