Nenhum outro herói do Universo Cinematográfico da Marvel teve tantos visuais quanto o Homem de Ferro. Com suas armaduras apresentando novas funcionalidades e melhorias a praticamente cada nova aparição nos cinemas, reunimos aqui todos os trajes que o inventor gênio, bilionário, playboy e filantropo de Robert Downey Jr. já teve ao longo do MCU.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Obs: Devido ao número altíssimo de armaduras visto em Homem de Ferro 3, e como a maioria delas está ali apenas para serem acessórios, concentramo-nos apenas nos modelos principais usados por Tony naquele filme.

Mark I

Homem de Ferro

Figurinista: Rebecca Gregg, Laura Jean Shannon

A armadura: Sendo mantido em cativeiro após ser capturado por um grupo terrorista no Afeganistão, Tony Stark usa toda a sua sabedoria e domínio de mecânica para construir o protótipo do Homem de Ferro. Utilizando peças que seus sequestradores forneciam na condição que o milionário lhes construísse um míssil poderoso, a Mark I é um modelo robusto, mas eficiente para orquestrar uma fuga de prisão; aguentando balas, pancadas e até trazendo lança-chamas em seu arsenal. Posteriormente, ela é resgatada por Obadiah Stane para que ele construa seu próprio Monge de Ferro. Milagrosamente, vemos a Mark I na sala de Stark nos eventos dos filmes seguintes.

Mark II

Homem de Ferro, Homem de Ferro 2

Figurinista: Rebecca Gregg, Laura Jean Shannon

A armadura: Já são e salvo em sua mansão em Malibu, Stark passa a aprimorar o projeto que salvou sua vida na caverna afegã. Com toda a tecnologia de ponta de sua empresa – e o auxílio de sua IA, JARVIS, o protagonista constrói uma versão mais justa e leve da primeira armadura; já se assemelhando com o modelo final, com exceção da pintura prateada. É também aqui que Stark aperfeiçoa o sistema de voo. Subsequentemente, a Mark II foi confiscada por James Rhodes e adaptada para se tornar o Máquina de Combate.

Mark III

Homem de Ferro

Figurinista: Rebecca Gregg, Laura Jean Shannon

A armadura: Versão final que enfim se assemelha ao modelo clássico dos quadrinhos, a Mark III oferece a icônica pintura dourado e vermelho sobre o modelo anterior. Além do avanço estético, a nova armadura também traz os sistemas de combate, como mísseis, metralhadoras e outros armamentos eficientes para a guerra. E, não menos importante, a Mark III resolve o problema de congelamento que afetava os voos da Mark II.

Mark IV

Homem de Ferro 2

Figurinista: Mary Zophres

A armadura: Após a destruição da Mark III em sua batalha com o Monge de Ferro, Tony Stark começa seu segundo filme solo com uma versão muito similar desse modelo; sendo mais robusto e com alguns flaps adicionais em sua formação. Nada de muito novo.

Mark V

Homem de Ferro 2

Figurinista: Mary Zophres

A armadura: A primeira armadura portátil das Indústrias Stark! Quando o bilionário playboy viaja para a França, ele leva consigo uma pesada maleta que transforma-se na quinta versão do modelo Mark, cobrindo seu corpo de forma automática. É vermelha e prateada, sendo usada para o confronto entre Stark e o Whiplash nas pistas de Mônaco.

Mark VI

Homem de Ferro 2, Os Vingadores

Figurinista: Mary Zophres

A armadura: Em mais uma variação do visual dourado e vermelho, Stark aperfeiçoa o modelo ao descobrir um novo elemento que possa curar a doença causada por seu reator ark. A diferença vital é mesmo no formato do reator, que adota uma forma triangular. A Mark VI também é usada na primeira metade de Os Vingadores.

Mark VII

Os Vingadores

Figurinista: Alexandra Byrne

A armadura: Quando o combate com Loki torna-se mais intenso, Tony Stark nos surpreende com a nova armadura portátil do Vingador Dourado! Agora servindo como uma espécie de drone, as peças da armadura saem voando para acoplar-se a partes de seu corpo, em uma versão mais avançada do que vimos na maleta da Mark V. Atendendo à nostalgia de Joss Whedon, a Mark VII traz de volta o reator ark circular.

Mark XLII

Homem de Ferro 3

Figurinista: Louise Frogley

A armadura: Nascida das longas noites de insônia e muita paranoia de Tony Stark, a Mark XLII salta no tempo para nos apresentar o modelo mais avançado da tecnologia Mark até então. Enfim resolvendo o problema da mobilidade, Stark implanta sensores em seu braço que permitem “atrair” as peças da Mark XLII diretamente a seu corpo, que vão se conectando e enfim criando a armadura completa. Vale destacar a imponência do dourado aqui, que toma o lugar do vermelho e dá um leve espaço ao prata.

Mark XLV

Vingadores: Era de Ultron

Figurinista: Alexandra Byrne

A armadura: Mesmo que Stark termine Homem de Ferro 3 se livrando do reator ark em seu peito e literalmente explodindo todas as suas armaduras, o Homem de Ferro está ali de volta na segunda união dos Vingadores. É um modelo com chapas mais anatômicas e uma máscara um tanto mais ameaçadora, além de remeter ainda mais ao visual dos quadrinhos – com destaque para o espaço das “orelhas” no capacete.

Hulkbuster

Vingadores: Era de UltronVingadores: Guerra Infinita

Figurinista: Alexandra Byrne

A armadura: Uma das armaduras preferidas dos fãs de quadrinhos, a Hulkbuster é usada quando o Homem de Ferro precisa enfrentar o gigante Hulk. Desenvolvida em conjunto com o Dr. Bruce Banner, a armadura carinhosamente apelidada de “Verônica” traz todas as funções que um modelo tradicional Mark apresente, com os propulsores de voo e os armamentos. A diferença fica na resistência a golpes muito fortes e uma força mais pesada, sendo ideal para neutralizar o Gigante Esmeralda. A Hulkbuster também aparece em Guerra Infinita, mas em uma versão modificada e controlada por Banner.

Mark XLVI

Vingadores: Era de Ultron, Capitão América: Guerra Civil

Figurinista: Alexandra Byrne

A armadura: Após sofrer danos na primeira batalha contra o Ultron, Stark usa a Mark XLVI durante o confronto final em Sokovia. É um modelo similar ao do começo do filme, mas com chapas mais revestidas e anatômicas, além de conter pequenos propulsores circulares ao redor de seu corpo. É também a primeira armadura a ser ativada com a IA Sexta-Feira, após a transformação de JARVIS em Visão.

Mark XLVII

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Figurinista: Louise Frogley

A armadura: Usada na primeira aventura solo do Cabeça de Teia do MCU, a Mark XLVII é um modelo prateado com placas vermelhas. Traz todas as características dos modelos anteriores, com destaque para os múltiplos propulsores que o ajudam durante o resgate da barca em Nova York. Também é uma boa forma de Stark manter controle sobre o Homem-Aranha, usando a carcaça da armadura como um “drone telefone” para interagir com Parker.

Bleeding Edge

Vingadores: Guerra Infinita

Figurinista: Judianna Makovsky

A armadura: Tony Stark oferece a solução definitiva para seu problema de mobilidade! Na forma de uma jaqueta, a armadura conhecida como Bleeding Edge se manifesta através de nanotecnologia, cobrindo todo o corpo de Stark de maneira rápida e eficiente. Além de possuir praticamente todas as demais características dos modelos anteriores, Stark é capaz de formar armas e objetos graças à nanotecnologia.

Gostaram? Qual a sua armadura preferida usada por Tony Stark nos cinemas?

Comente!

Leia mais sobre Marvel Studios