Além de ser uma tremenda diversão jogar a campanha de Resident Evil 7, os fãs mais aficionados em cinema reconhecerão logo de cara as muitas referências de filmes de terror presentes no jogo. Bom, não somente restritas ao gênero, já que há toques de seriados policiais e de uma obra de ficção científica memorável.

Começaremos pelos menos óbvios até chegar nas referências mais explícitas do jogo:

True Detective (1ª Temporada)

Pois é, acreditem, há muito de True Detective em Resident Evil 7. Não exatamente em termos de narrativa, mas sim na estética do game que mistura diversas referências. O que é mais reconhecível de imediato é a localização da narrativa: ambas se passam em ambientes rurais dos canais e braços fluviais da Louisiana. A maior influência do seriado se encontra mesmo na arquitetura dos casarões que visitamos no jogo. Fora isso, todo o ambiente decrépito lembra bastante a direção de arte da casa do casal suspeito de cometer os assassinatos que a dupla de detetives investiga.

A Mosca

Novamente, nada narrativo, mas sim na estética. Entre as muitas vezes que Jack e Margueritem se transformam, o aspecto humano praticamente desaparece tornando-se montes de carne pútridas e assassinas vagando atrás de você. Um tanto similar com a transformação nojenta que Jeff Goldblum sofre no clássico de David Cronenberg. Detalhe: dica do Bruno Brandão Micali que acertou em cheio na referência.

O Chamado, Caso 39, A Profecia, Tara Maldita, Carrie – A Estranha

Apesar do uso ativo das fitas VHS para revelar porções importantes da história em flashbacks, a função narrativa delas em nada se assemelha ao instrumento de matança de Samara de O Chamado. Todavia, Evie, a menininha maléfica que assola o terreno dos Baker é uma mistura interessante de diversas outras crianças encapetadas trazidas pela sétima arte. Seja no visual ou na sua função narrativa, é possível identificar traços similares aos das crianças que aterrorizaram muita gente nos filmes mencionados acima.

A Bruxa de Blair

Há referências explícitas à Bruxa de Blair na história do jogo. A mais óbvia de todas se encontra na equipe de filmagem Sewer Gators, um programa sobre atividades paranormais. A demo The Beginning Hour incorpora o espírito found footage alçado pelo icônico filme dos anos 1990. No jogo completo, o mesmo efeito é incorporado com as fitas VHS que encontramos no jogo principalmente os segmentos de Mia tentando escapar de Marguerite e do segmento da equipe do programa.

Não somente pelos trechos de found footage, mas também por algumas iconografias explicitas como a casa antiga e os totens de Marguerite. A atmosfera de paranoia constante de ser observado, da ameaça latente insuportável e de diversas subversões de expectativas vem diretamente da encenação do clássico. A ênfase nas mãos do protagonista ao abrir portas também vem daqui.

1408

Em determinado momento do jogo, somos obrigados a confrontar Lucas em um quarto escuro. Para adentrar o quarto, é preciso digitar a senha: 1408. Referência direta ao conto de Stephen King que foi adaptado para os cinemas estralando John Cusack e Samuel L. Jackson. A graça da referência é justamente que naquele segmento, passamos por uma experiência similar ao protagonista do filme que precisa escapar de um quarto a todo custo, apesar de tudo conspirar contra ele. Aliás, é justamente nessa passagem que entra a próxima referência!

Jogos Mortais

O enigma disposto no quarto de Lucas Baker se assemelha aos joguinhos mortais construídos por Jigsaw. Mesmo que não tenhamos nenhum dispositivo para mutilar partes do corpo, o sadismo do vilão se revela em dispor dicas que visam te enganar levando ao óbito do protagonista.

Fome Animal e Evil Dead: A Morte do Demônio

É melhor juntar as duas referências em uma só no sentido da influência que exercem no jogo. O gore intenso, sanguinolência cheia de gosmas e canibalismo, além do humor escrachado presentes em segmentos que interagimos com os Baker são uma síntese da qualidade desses filmes presentes no jogo.

No caso de Evil Dead, há maior influência do segundo filme para a narrativa de Resident Evil. Ainda que Ethan não seja o rei do carisma como Ash, sua namorada também sofre episódios nos quais está possuída e tenta matá-lo em diversas passagens assim como Linda, namorada de Ash, no clássico de Sam Raimi. Aliás, Mia, a namorada sumida possuída do protagonista, recebe o mesmo nome da heroína que estrela o remake de Evil Dead dirigido por Fede Alvarez.

A perda de membros como a mão de Ethan através de serras elétricas e outros utensílios domésticos flertam com a violência de Evil Dead 2. Em certo ponto, até pensei que acoplaríamos uma moto serra no lugar da mão perdida, mas isso não acontece, feliz ou infelizmente.

Até mesmo o carro de Ethan é muito similar ao Delta dirigido por Ash nos filmes Evil Dead. Em uma batalha contra Jack, ao pegar uma motosserra, o vilão fala: Groovy – tirada de efeito clássica do filme trash. Todo o comportamento da família Baker também parece inspirado nos demônios de Evil Dead chamados Deadites. O humor aliado às ameaças violentas e as constantes mutilações entre si são pedigree dos antagonistas do filme assim como os do jogo.

Muito que vale para Evil Dead, também vale para Fome Animal outro clássico trash dirigido por Peter Jackson. Além do festim de sangue marcado pelas boss fights, Resident Evil 7 deixa a referência explícita na última luta do jogo na qual uma criatura transformada batalha contra Ethan destruindo tudo ao redor. Em Fome Animal, o clímax é marcado pela batalha do protagonista contra sua mãe que virou um enorme bicho grotesco. Toda a luta leva à destruição completa da casa.

O Massacre da Serra Elétrica

Eis a referência mais clara e pura possível para Resident Evil 7. O maior de todos os filmes slasher de terror rural está por todos os cantos do terreno Baker. A precisão da direção de arte em adaptar salas, totens, quartos e corredores inspirados no clássico dos anos 1970 é estonteante. O jogo pega parte da narrativa do filme e inverte uma ordem natural: não somos atacados pelos Baker em primeiro momento, mas sim somos nós que invadimos a propriedade da família doentia.

Enquanto a aura de Massacre da Serra Elétrica permeia o jogo quase que em totalidade, há uma cena em especial que praticamente mimetiza o clímax do filme. Trata-se da cena do jantar da família Baker no qual Ethan é o convidado especial para comer todo o tipo de nojeira canibal. No filme, a protagonista Sally também vira refém da família de Leatherface durante um jantar canibal cheio de bizarrices. Alguns personagens como Tia Rhodey, a vovó Baker, pega conceitos similares ao “vovô” moribundo que comanda a família de psicopatas.

Basta comparar e ver como as cenas conversam:

E então? Deixamos passar alguma referência? Diga nos comentários quais outros filmes que vocês identificaram que certamente influenciaram o resultado final do jogo.

Comente!