» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

A comédia romântica é um subgênero do cinema americano praticamente em extinção. Esse tipo de produção mais leve, que um dia foi um dos mais populares de Hollywood, hoje encontra mais espaço em plataformas de streaming como Netflix e Amazon, seja em longas minisséries ou filmes. Por isso, agora é especial quando um filme como Casal Improvável chega aos cinemas, trazendo dois astros conhecidos e uma trama cômica essencialmente ligada ao romance – uma comédia contemporânea agora sempre trará elementos de ação, por exemplo.

A trama nos apresenta ao jornalista político Fred Flarsky (Seth Rogen), que se demite após o jornal onde trabalha ser comprado por uma empresa de comunicação corrupta. Sem emprego, ele acaba reencontrando-se com Charlotte Field (Charlize Theron), uma antiga paixão do colégio que agora é Secretária do Estado americano e almeja candidatura para presidência dos EUA no próximo ano. Procurando ajuda para um projeto ambicioso, Fields contrata Flarsky para escrever e editar seus discursos, e um romance começa a florescer entre os dois.

A proposta de Casal Improvável imediatamente nos remete a outro longa do gênero: Meu Querido Presidente. A comédia romântica escrita por Aaron Sorkin e dirigida por Rob Reiner acompanhava o romance do presidente dos EUA com uma lobista, e também apresentava um forte cunho político. Claro que no caso do novo filme, a presença de Seth Rogen garante uma abordagem mais pastelão e stoner, mas que é igualmente eficiente. O texto de Liz Hannah e Dan Sterling é competente ao trazer um cenário político bem atual com a polarização entre democratas e republicanos, e consegue equilibrar a política com o típo de humor adulto que esperamos de Rogen com uma trama romântica que surpreende por sua doçura honesta e comovente.

Dirigido com competência por Jonathan Levine, que já experimentou o drama e o surreal com Rogen no excelente 50% e o divertido Sexo, Drogas e Jingle Bells, o longa mantém um timing cômico e até surpreende com algumas variações de tom. O fato de termos uma cena de abertura que parece saída de Infiltrado na Klan é um exemplo disso, ou o ataque surpresa ao hotel onde os protagonistas se hospedam, que revela o perigo presente naquele universo. Se há um demérito em Casal Improvável, acaba sendo o ritmo um tanto inconstante, e que acaba resultando em uma duração além do necessário.

O grande atrativo fica mesmo com o casal do título. Seth Rogen oferece mais uma variação de seu típico protagonista cômico, agora acrescentando uma camada de jornalista político e um romantismo que vimos com pouca frequência – com o mais presente sendo em Ligeiramente Grávidos -, mas que funciona. É mesmo Charlize Theron quem impressiona, principalmente por não vermos a atriz tão ligada ao gênero. Sua Charlotte Field traz diversas camadas, não limitando-se ao estereótipo da mulher “poderosa e chata” e tampouco da incapaz, rendendo uma figura bem humana. A cena em que Charlotte tenta resolver uma complicada situação de terrorismo sob o efeito de alucinógenos é um dos pontos altos do ano.

Mas por mais que o casal seja o destaque, preciso confessar que quem rouba o filme é O’Shea Jackson Jr. Filho do ator e ex-NW.A. Ice Cube, Jackson interpretou o pai na cinebiografia Straight Outta Compton, e aqui demonstra uma veia cômica surreal. Ao interpretar o melhor amigo de Flarsky, o ator traz algumas das tiradas mais engraçadas e absurdas, além de contar com uma reviravolta que enriquece o textode Hannah e Sterling: ele é um republicano, o que surpreende o ávido democrata Flarsky, e também pinta um cenário extremamente raro onde a direita e a esquerda podem se dar bem. Um dos pontos mais fortes do roteiro, sem dúvida.

Aproveitando o potencial de seus protagonistas, Casal Improvável é uma comédia romântica para todos os gostos. Acerta no humor chulo, na sátira política e especialmente na doçura honesta de sua relação central, favorecida por um elenco fantástico.

Casal Improvável (Long Shot, EUA – 2019)

Direção: Jonathan Levine
Roteiro: Liz Hannah e Dan Sterling
Elenco: Seth Rogen, Charlize Theron, O’Shea Jackson Jr., Andy Serkis, Alexander Skarsgård, Bob Odenkirk, June Diane Raphael, Ravi Patel, Randall Park
Gênero: Comédia romântica
Duração: 125 min

Comente!