em , ,

Filmes sobre o caso Richthofen têm estreia adiada devido ao coronavírus

Foi anunciado nesta quinta-feira (12) pela Galeria Distribuidora que os filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou meus Pais, tiveram a data de estreia adiada por causa do surto de coronavírus. A estreia estava prevista para acontecer no dia 2 de abril.

De acordo com comunicado enviado via e-mail para à imprensa, ambas as produções devem ser lançadas ainda neste ano, mas sem uma data estabelecida ainda.

Os filmes são inspirados em depoimentos tanto de Daniel Cravinhos, quanto de Suzane Von Richthofen realizados durante o julgamento dos assassinatos dos pais de Suzane.

O longa tem direção de Mauricio Eça e os roteiros são de Illana Casoy e de Raphael Montes, ambos trabalharam no roteiro de Bom Dia, Verônica, série nacional da Netflix.

A estreia dos filmes A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais ainda não recebeu outra data de lançamento, mas a ideia é que estreie ainda neste ano.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Pânico 5 está em desenvolvimento e terá diretores de Casamento Sangrento, afirma site

Pornhub libera serviço premium na Itália que vive em quarentena