em ,

Lista | 20 Curiosidades e 7 Perguntas não respondidas de Lost

Após muitas pesquisas, investigações e discussões acaloradas com fãs fervorosos, encontramos 20 curiosidades e 7 mistérios não respondidos em Lost. Você irá encontrar divertidas trívias e curiosidades dos bastidores da produção do seriado na primeira parte da nossa matéria, enquanto na segunda, temos algumas perguntas não resolvidas dentro da série e até hoje são alvos de especulações sobre suas respostas.

Então apertem os cintos e vamos cair de cabeça nessa ilha muito louca!

20 Curiosidades

1- A ideia original de Lost veio de um executivo da rede ABC chamado Lloyd Braun, que se inspirou no filme O Náufrago com Tom Hanks para dar a ideia de uma série sobre sobreviventes de um acidente em uma ilha. O nome original da série era “Nowhere” e apesar de Braun não participar como roteirista na série, acabou virando a voz que fala “Previously on Lost” em todo início de recapitulação dos episódios.

2- J.J. Abrams trabalhou com Damon Lindelof na ideia inicial da série e queria o ator Michael Keaton para viver o protagonista Jack, que nos planos iniciais de roteiro do piloto morreria no primeiro episódio. Steve McPherson, o presidente da ABC na época, disse para Abrams que os espectadores não confiariam na série caso Jack morresse logo de inicio. O jeito como Jack morreria seria similar ao co-piloto no primeiro episódio, morto pela fumaça preta. Com séries como Game of Thrones fazendo escola em matar personagens a todo momento, talvez hoje em dia isso teria se concretizado.

3- A trilha sonora de Lost, composta por ninguém menos que Michael Giacchino, foi responsável por dar a atmosfera perfeita para a série. Giacchino se utilizava de instrumentos rudimentares para fazer os sons e as batidas da música. Mas um instrumento em particular acabou se destacando, já que o compositor pegou pedaços dos destroços do avião usados no piloto da série para fazer a percussão da trilha.

4- Os notórios números da série (4, 8, 15, 16, 23, 42) tiveram algumas aparições curiosas como easter eggs para os fãs caçarem. O mais usado nessas aparições foi o número 23, enquanto que o 42 teve sua origem em homenagem a série de livros escrita por Douglas Adams, o Guia do Mochileiro das Galáxias. Damon Lindelof e Carlton Cuse tiveram a mesma ideia de colocá-la na série de números.

5- Hurley originalmente seria um “repo man“, uma pessoa que toma bens não pagos de bancos e financiadoras até elas pagarem a dívida. Mas seu personagem era tão bonzinho que acabava devolvendo tais bens sem pedir nada em troca. A origem foi completamente alterada quando os roteiristas chegaram no episódio “Numbers” que nos é revelado todo o background de Hugo Reyes e seu azar com os números.

6- O mesmo ator interpretou dois personagens no início da série. Geoff Heise fez o papel do médico em “White Rabbit” que diz para Jack que seu pai está morto em um dos flashbacks. Porém, o ator já tinha aparecido no piloto, onde é um dos sobreviventes do avião na cena da fuselagem na praia. Poucos viram esse detalhe e alguns até especulam se Heise na verdade interpretou o mesmo personagem em duas cenas diferentes. Talvez nunca saberemos a resposta…

7- A produção da série estava sempre atenta aos detalhes. No episódio “Two For The Road”, a equipe de edição inverteu as imagens que se passavam na rua para mostrar os motoristas de carro dirigindo do lado direito do veículo, ao invés do esquerdo, já que a cena se passava na Austrália e os carros usados no set eram americanos.

8- As atrizes Cynthia Watros e Michelle Rodriguez, respectivamente Libby e Ana Lucia, foram presas no Havaí enquanto gravavam a segunda temporada. As duas foram detidas pela polícia por estarem dirigindo embriagadas. E não só elas, mas o nosso querido Jin-sushi também foi pego algum tempo depois, com o ator Daniel Dae Kim detido pelo mesmo crime de dirigir alcoolizado. Porém, no caso das atrizes, as duas foram consideradas culpadas e tiveram que pagar uma indenização, enquanto Daniel lutou na justiça e foi inocentado. O fato só aumentou a especulação que Libby e Ana Lucia morreram prematuramente na série (e por acaso, morrendo na mesma cena).

9- O passado de Locke foi desenvolvido a partir do jeito que Terry O’Quinn agia no set. Após as gravações, Terry ficava o tempo todo ouvindo seu iPod, excluído dos outros atores. J.J. falou para o produtor Damon Lindelof “esse cara tem um segredo, vá descobrir”, o que acabou aumentando a aure de mistério em torno do personagem.

10- E se você já se irritou com o triângulo amoroso de Jack, Kate e Sawyer, os produtores da série dizem ter imaginado diversos outros casais, até mesmo o (potencialmente intragável) Sawyer e Shannon, que ficariam juntos na primeira temporada. Que ship horrível!

11- As cenas do exterior da estação Hidra na terceira temporada foram filmadas em um parque de diversão abandonado. A equipe apenas teve apenas que colocar umas jaulas de urso e alguns logos da Dharma para convencer o público de que o local era um antigo laboratório de pesquisa, sendo na realidade um parque de diversões antigo.

12- Mr. Eko teve uma estadia prematura na série. O ator Adewale Aknnouoye-Agbaje, que interpretou o personagem na série, saiu na terceira temporada após ficar insatisfeito com os rumos da história. Os produtores tinham planos para o personagem para mais 2 temporadas mas tiveram que eliminar Mr. Eko prematuramente. De acordo com Carlton Cuse, isso deu espaço para o desenvolvimento de outros personagens, como o vilão Benjamin Linus. Akinnuoye teve a chance de voltar para o último episódio mas negou por pedir 5 vezes mais do que estavam oferecendo para o ator.

13- Outros que tiveram uma morte prematura foram o casal Nikki (Kiele Sanchez) e Paulo (Rodrigo Santoro). Isso por conta dos produtores descobrirem que tanto eles quanto o público odiavam os personagens. Com um arco originalmente feito para durar mais uma temporada, os roteiristas acabaram resumindo a história do casal e os enterraram vivos (literalmente e metaforicamente falando) no meio da terceira temporada. A ideia original de apresentar os dois era realizar o pedido dos fãs de saberem mais sobre outros sobreviventes do grupo de Jack.

14- A série perdeu muita audiência durante o tempo, especialmente após a terceira temporada, criticada por muitos como o ponto baixo de Lost. Inicialmente arrecadando mais de 20 milhões de espectadores por episódio, o ponto mais baixo foi em “Dead is Dead”, episódio da quinta temporada focado em Ben. O episódio acabou somando apenas 8,56 milhões de espectadores, algo que para uma série de sucesso em um canal aberto era realmente preocupante.

15- Para filmar a cena final da quarta temporada, onde vemos quem estava no caixão do flashforward, foram filmadas 3 cenas com personagens diferentes. Fora Locke, Sawyer e Desmond foram colocados dentro do caixão para enganar potenciais vazamentos de informação. Porém, um fato curioso é que os próprios atores dos personagens não sabiam que aquilo era falso e realmente acharam por algum tempo que seus personagens estavam mortos.

16- Walt, interpretado por Malcom David Kelley, teve problemas para continuar na série por conta do envelhecimento do ator durante a produção. Walt é capturado no final da primeira temporada e some basicamente durante o resto da história, apenas aparecendo em algumas cenas do flashforward. O motivo era que o ator tinha crescido tanto que não poderia mais aparecer no momento presente da ilha. Para se ter uma noção, Kelley cresceu 25.4 centímetros entre o piloto e o último episódio.

17- Para a cena final dos flashsideways na sexta temporada, a produção da série contratou dois atores muito parecidos com Jin e Sun para ficarem na frente da igreja, onde era filmado o encontro dos personagens, assim os fotógrafos paparazzis achavam que a cena era apenas um casamento.

18- Alguns itens da série foram pegos pela produção após o final: Lindelof pegou a tampa da escotilha e a transformou em uma mesa de café; Carlton Cuse pegou o relógio de contagem regressiva da escotilha; e Jorge Garcia pegou duas pinturas que Hurley fez no hospício.

19- Lost não tinha só easter eggs e referências dentro do próprio seriado, mas também fora dele. No filme Cloverfield, produzido por J.J. Abrams e dirigido por Matt Reeves, vemos o símbolo da Dharma no canto inferior direito do início do filme. Em outra referência, a música “You All Eveybody” da banda fictícia Drive Shaft pode ser ouvida tocando em um dos episódios da série Alias, outra produzida por Abrams. Será que o diretor pode incluir alguma referência a Lost em Star Wars Episódio IX? Vamos aguardar!

20- Nenhum personagem aparece em todos os episódios, mas o mais presente é Hurley, que aparece em 118 dos 121 episódios.

 

7 Perguntas não respondidas

Antes que prossiga, alguns mistérios que você talvez pense que a série deixou no ar foram respondidos de alguma maneira. Sim, Walt tem os poderes sobrenaturais por nenhuma razão específica, tanto quanto Miles e Hurley podem ver os mortos. Ou os malditos Números, que significam apenas a ordem dos candidatos de Jacob e mais nada em específico (além do vídeo explicando a ordem Valenzetti, uma loucura diretamente tirada dos cientistas da Dharma).

 

1- Tiroteio em alto-mar

No episódio “The Little Prince”, após viajarem no tempo em uma embarcação, o grupo de Juliet, Locke, Sawyer, Miles acabam parando em um momento indeterminado do tempo e começam a sofrer um ataque de um misterioso barco. Juliet consegue acertar um dos atiradores, mas logo em seguida eles sofrem outro salto temporal e nunca descobrem quem era o grupo na outra embarcação. Apesar de um bônus em um dos DVDs mostrar que eram homens do navio Black Rock, isso nunca foi confirmado pelos produtores e o co-criador Damon Lindelof disse que o mistério seria originalmente resolvido dentro da série mas que Damon decidiu deixar propositalmente em aberto. Damon e seus mistérios…

2- Os fundadores da ilha

Na última temporada nos é revelado finalmente quem era Jacob e o Homem de Preto (ou a fumaça preta para os íntimos), porém, muitas perguntas ficaram no ar. Afinal, se os dois foram cuidados pela antiga protetora da ilha (na qual o nome nunca é revelado), então quem a precedeu e como todo o processo de guardião da ilha começou? Isso também é conectado com outra pergunta não muito esclarecida, que tem a ver com as tais “regras” que Ben e outros personagens falam. Que regras eram essas? Jacob, MIB e a ilha podem ser o lado mais fantástico e abstrato mas seria bacana terem ao menos aprofundado na mitologia por trás de tais figuras.

3- Christian Shephard e o corpo perdido

Em um dos primeiros episódios da série, Jack acaba vendo seu pai morto, Christian Shephard, e o persegue pela ilha até achar a misteriosa caverna com Adão e Eva (mais tarde revelado que eram o Homem de Preto e sua Mãe). Na sexta temporada, o próprio MIB diz para Jack que as aparições de John Shephard eram ele disfarçado. Porém, Jack encontra o caixão de Christian vazio na caverna. Então onde estaria o corpo? Será que o Homem de Preto “engoliu” ou escondeu o corpo de Shephard? Nunca é esclarecido. 

4- A Cabana de Jacob

Após muitos mistérios acerca da cabana onde supostamente Jacob residia, descobrimos após o final da quinta temporada que o local tinha sido abandonado a muito tempo e quem estava ali era ninguém menos que o Homem de Preto. Porém, algumas perguntas ficaram no ar, como o olho que Hurley vê em determinado momento (MIB ou alguma outra alma?), como a cabana conseguia se mover pela ilha, e o motivo de Jacob ter se retirado do local. Era para testar a fé dos personagens ou fez de sacanagem mesmo?

5- O apelido “Hurley”

Parece um pequeno detalhe, mas por conta da série desenvolver tão bem o passado de Hugo Reyes e ele ser um grande elemento (sem trocadilhos) na conclusão da história, seria interessante descobrir a origem do seu principal apelido. Será que ele era amigo de alguma pessoa parecida com Sawyer na infância, cheio de apelidos para os outros?

6- O cavalo preto da Kate

Em um dos mistérios mais notórios por conta da sua bizarrice, no episódio “What Kate Did” da segunda temporada, a personagem avista um cavalo preto no meio da floresta. Em uma ilha onde ursos polares e javalis andavam a solta, nada de anormal até aí. Porém, só a personagem viu o tal cavalo, que se assemelhava a um visto em seu flashback. Enquanto outras aparições de pessoas mortas são justificadas ou pelo Homem de Preto ou por almas perdidas, o cavalo preto é o único animal da categoria. Obra do Homem de Preto? Alucinação de Kate? Nunca saberemos.

7-Rousseau e o problema de memória

Com o seu passado trágico, Rousseau foi uma personagem atormentada por várias pessoas em sua vida na ilha. Seja o MIB infectando os outros membros de sua expedição, obrigando ela a matar todo mundo; ou por Ben, que pegou sua filha Alex quando a menina ainda era um bebê. Porém, enquanto MiB é só uma fumaça preta para a francesa, como a personagem não lembra de Ben na segunda temporada quando o vilão é capturado em uma de suas armadilhas e entregue para o grupo de Jack? Ela além de louca tinha amnésia?

Bônus:

Afinal, estavam todos mortos desde o início?

…Brincadeira!

 

Bônus verdadeiro: 

Pessoa acenando em vídeo misterioso (bônus de DVD)

Em um bônus de DVD da segunda temporada, uma grande rede de conexões foi feita com todos os personagens da série, colocando ligações como parentesco, conhecidos, etc. Porém, uma figura misteriosa podia ser vista conectando Jack Shephard, seu pai e a Claire. Uma imagem de alguém acenando para a câmera, em baixa resolução. Quem era essa pessoa? Muitos acreditam ser Aaron, mas o desconhecido na imagem parece muito mais velho que o filho de Claire. Algum personagem deletado da série?

 

Menções honrosas:

 

Quem matou os passageiros do voô 316 do Ajira Airlines?

Por que os Outros coletavam sangue das pessoas no começo da série?

Como Hurley ganhou habilidades premonitórias depois que retornou da ilha?

O que aconteceu com a Libby para sair do hospício antes de cair na ilha?

Por que a Sun, Ben, Lapidus e o resto da tripulação não viajaram no tempo quando caíram na ilha?

 

Gostou das curiosidades? Intrigado com os mistérios? Descobriu o motivo da gente ter feito 20 curiosidades e 7 mistérios? Comente abaixo!

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Rodrigo Ribeiro

Jornalista e aficionado por games e cultura pop. Acredita que os games podem ser considerados uma forma de Arte e que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas parassem de brigar na internet e voltassem a jogar seus queridos videogames.

Comentários

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Os Segredos de filmagem e montagem de Mãe!

Lista | Ranking das temporadas de Lost