em ,

Todos os membros da Academia poderão votar na categoria de Filme Internacional no Oscar 2020

Ao contrário dos anos anteriores do Oscar, em 2020 será finalmente permitido que todos os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Isso ocorre juntamente com a mudança da categoria antes conhecida como “Melhor Filme de Língua Estrangeira” para “Melhor Filme Internacional”.

Em carta enviada para os participantes da seleção dos finalistas para Melhor Filme Internacional, os executivos responsáveis pelos Filmes Internacionais, Larry Karaszewski e Diane Weyermann anunciaram que pela primeira vez na história, todos os membros elegíveis da Academia poderão votar para os cinco finalistas. Eles irão escolher de uma lista de 10 (que antes eram 9) filmes: sete selecionados pelo comitê atualmente assistindo todas as 93 indicações de longas ao redor do mundo, e três selecionados pelo comitê executivo.

Abaixo trecho da carta:

“Nesta temporada do Oscar, pela primeira vez, vamos convidar todos os membros da Academia a optarem por votar na categoria de Melhor Filme Internacional. Os filmes selecionados serão disponibilizados a todos os membros da Academia podem assistir na plataforma Academy Screening Room. Além disso, os filmes selecionados serão exibidos em cinemas selecionados de Los Angeles, Londres e Nova York durante a votação das indicações.”

A votação acontecerá entre 3 e 4 de janeiro. A lista de indicados sai no dia 13 de janeiro enquanto a premiação acontece em 9 de fevereiro.

O filme A Vida Invisível, dirigido por Karim Aïnuz e com Fernanda MontenegroGregório DuvivierCarol Duarte e Julia Stockler, será o representante do Brasil na disputa da vaga dentro da categoria.

O que você achou desta publicação?

Redação Bastidores

Publicado por Redação Bastidores

Perfil oficial da redação do site.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Jeremy Renner admite ameaça com arma contra ex-mulher: “De saco cheio”

Sequências anteriores de “O Exterminador do Futuro” são “um pesadelo”, diz James Cameron