Não para se dizer que é algo muito comum de acontecer, mas é certo afirmar que sempre acontece de algum ator ter se arrependido de ter feito algum papel. Alguns se arrependem pelo filme realmente ser ruim, outros se arrependem por motivos bestas. Mas é isso, sempre temos atores que desejam nunca terem aceitado algum papel.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

Com isso, listamos aqui oito atores famosos que se arrependeram de terem aceitado papeis, confira.

NICOLE KIDMAN – AUSTRÁLIA

O longa do diretor Baz Luhrmann, Austrália, foi um grande sucesso em 2008 e se tornou a mais lucrativa produção cinematográfica australiana em toda a história do país. No entanto, enquanto muitos se encantaram com o romance entre Hugh Jackman e Nicole Kidman no longa, a protagonista do filme não pode dizer o mesmo. “É simplesmente impossível me conectar emocionalmente com isso”, disse ela sobre o seu papel no filme. Ela inclusive disse aos jornalistas que ela “se contorcia” em seu assento enquanto estava assistindo ao filme durante a estreia.

MICHAEL FASSBENDER – ASSASSIN’S CREED

Os Fãs de videogames de todos os lugares esperavam que a adaptação cinematográfica de Assassin’s Creed, dirigido por Justin Kurzel, fosse finalmente a primeira adaptação cinematográfica de sucesso nos cinemas. No entanto, ele acabou se provando como sendo outra adaptação fracassada e medíocre. Michael Fassbender, o protagonista do filme, desde então sempre expressa o seu pesar por ter aceitado o papel no filme de Kurzel. Chamando o projeto de uma “oportunidade perdida”, coisa que realmente ele é.

BILL MURRAY – GARFIELD

Imaginar um ator icônico de comedia como Bill Murray, estrelando uma adaptação cinematográfica do gato Garfield, foi realmente algo bastante chocantes para muitas pessoas na época. No entanto, ninguém ficou mais intrigado com toda essa situação do que o próprio Bill Murray. Murray explicou que ele não aceitou o papel por dinheiro. Em vez disso, ele aceitou porque achava que o roteiro tinha sido escrito pelos famosos irmãos Coen, responsáveis por longas de grande sucesso, como Fargo. No entanto, o roteiro de Garfield havia sido na verdade escrito por Joel Cohen. E até hoje, Murray se arrepende de ter confundido o nome do roteirista.

KATE WINSLET – TITANIC

O épico romântico de James Cameron de 1997, Titanic, foi um dos filmes mais caros já feitos naquela época e se tornou o filme de maior bilheteria de todos os tempos durante um por mais de uma década.  A protagonista, Kate Winslet, estava na época em um grande êxtase para assumir o papel de Rose. Porém, hoje ela tem alguns grandes arrependimentos por ter estrelado o longa. Há um aspecto no filme que continua a assombrar Winslet até hoje: a famosa cena do retrato. Ela diz que as pessoas vão até ela com fotos daquela cena e pedem seu autógrafo. “É muito desconfortável”, disse Winslet.

WILL SMITH – DEPOIS DA TERRA

Bem, quem não se arrependeria de ter estrelado esse filme afinal. Na época, quando Will Smith anunciou que estava fazendo um filme de ficção científica com seu filho, Jaden Smith, os fãs ficaram bastante intrigados. Enquanto a história pós-apocalíptica sobre os seres humanos se estabelecendo em um planeta diferente no futuro soava muito legal no início, o roteiro e a execução acabaram sendo grandes tragédias. O filme acabou sendo um enorme fracasso, e Will Smith diz que se sente arrependido por ter estrelado o longa. “Essa foi uma lição valiosa para mim”, disse Smith à Variety. “Essa foi a falha mais dolorosa da minha carreira.” Smith disse que aprendeu uma lição importante com o filme e que agora pensa duas vezes em assinar qualquer projeto.

BURT REYNOLDS – BOOGIE NIGHTS

Muitos consideram o famoso drama de Paul Thomas Anderson, Boogie Nights, como um dos primeiros triunfos do cineasta em sua carreira. No entanto, uma das estrelas do filme, Burt Reynolds, discorda completamente disso. Reynolds revelou que se arrepende de ter aceitado o papel de Jack Horner no drama de Anderson, alegando que o jovem diretor estava “cheio de si” no set. O ator também disse que o cineasta não era tão visionário quanto Anderson pensava que era, e afirmou que não teria interesse em voltar a trabalhar o diretor, visto que os dois não se deram nada bem.

ROONEY MARA – PAN

Ninguém pediu realmente um filme de origem para o Peter Pan, mas o diretor Joe Wright foi em frente e fez o filme assim mesmo. A bilheteria refletiu bastante a falta de interesse do público no filme. E ele acabou sendo um dos maiores fracassos da Warner Bros em 2015. Poucos ficaram tão desapontados com o filme quanto Roney Mara, que causou polêmica quando foi escalada para o papel de uma personagem nativo americana. Mara se arrepende bastante de ter assumido o papel. Ela disse aos jornalistas que ela “odiava” estar envolvida em uma controvérsia tão grande assim e acrescentou dizendo que “eu nunca mais quero estar desse lado novamente”

EMILIA CLARKE –  O EXTERMINADOR DO FUTURO: GÊNESIS

Um filme que realmente não devia ter acontecido, O Exterminador do Futuro: Gênesis é um fracasso completo e uma verdadeira bomba disfarçada de filme. Pelo menos não são apenas os fãs que se amarguram por esse filme. Emília Clarke, a protagonista do filme, revelou que o diretor Alan Taylor, com quem ela havia trabalhado anteriormente em Game of Thrones, foi “comido e mastigado realizando o Exterminador do Futuro”. Como resultado, Clarke disse que o set estava muito tenso e que “ninguém se divertiu”. A atriz ainda se lembra de sua experiência como uma das piores de sua carreira. E sinceramente, foi uma das minhas piores experiências vendo um filme também.

Comente!