O que era apenas uma investigação tornou-se realidade: após ter seu mais novo filme, I Love You, Daddy, suspenso da estreia, Louis C.K. ganhou mais uma vez o foco da mídia ao ser acusado por cinco mulheres de comportamento predatório e assédio sexual.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

De acordo com um artigo publicado hoje pelo The New York Times, diversas mulheres falaram publicamente sobre sua má conduta para com elas, alegando, na maior parte dos relatos, que o famoso comediante geralmente se masturbava durante conversas ao telefone ou até mesmo supostas reuniões de trabalho. Dana Min GoodmanJulia Wolov, conhecidas por seus shows de stand-up comedy, declaram ao jornal que tiveram um primeiro contato com C.K. em 2002, quando foram convidadas para se apresentar no U.S. Comedy Arts Festival na cidade de Aspen, Colo.

A dupla foi convidada para passar um tempo no quarto de hotel do ator, para celebrar o sucesso do show. E assim que chegaram lá, ambas se depararam com uma situação de puro desconforto e horror: C.K. colocou seu pênis para fora depois de tirar toda a roupa e começou a se masturbar, pedindo para que as duas fizessem isso para ele. “Ele realmente fez aquilo”, Goodman declarou. “Ele se despiu e quando estava totalmente nu, ficou se masturbando”.

À época, o comediante auxiliou no alavanque das carreiras de inúmeras mulheres e, ironicamente, é visto como “feminista” por fãs e críticos, principalmente em suas apresentações. Goodman e Wolov também disseram ao Times que, quando contaram para os outros sobre o incidente, elas ouviram que o assessor de C.K. estava decepcionado com o fato de estarem falando abertamente sobre isso, levando-as a temer pela repercussão que isso teria em suas recém-nascidas carreiras. Dave Becky, o assessor, declarou via e-mail que “nunca ameaçou ninguém” em relação a isso.

A escritor Abby Schachner também falou sobre a experiência que teve com o ator, dizendo que “conseguia ouvi-lo se masturbar pelo telefone” enquanto discutiam sobre uma possível reunião. Outra comediante, Rebecca Corry declarou que, quando iria se apresentar em um piloto televisivo em 2005, ele lhe perguntou se poderia se masturbar na sua frente. Esse incidente logo chegou ao conhecimento dos produtores executivos do show, Courteney CoxDavid Arquette, que confirmaram tudo o que foi relatado por Corry. “O que aconteceu com Rebecca no set foi horrível”, ela escreveu por e-mail, adicionando que se sentiu “chocada e enojada”.

As acusações contra C.K. seguem as inúmeras alegações de assédio e abuso sexual dentro de Hollywood, que tiveram maior reconhecimento com Harvey Weinstein e que se alastraram até mesmo para Kevin Spacey, firmando uma crescente e punitiva “caça às bruxas” contra predadores sexuais.

Comente!