SPOILERS!

Após o demônio Valak ser trancado novamente no portal de onde havia saído, o espectador se pergunta como que ela apareceu em Invocação do Mal 2 (2016), já que o filme A Freira (2018) se passa 20 anos antes dos acontecimentos em Enfield. Então vem as cenas finais do filme, e temos a resposta, que também de uma maneira bastante direta, liga os eventos deste filme ao primeiro longa deste universo cinematográfico, Invocação do Mal (2013).

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

LUGAR CERTO PORÉM HORA ERRADA

No início do filme, uma freira se suicida para que o demônio Valak não possa possuir seu corpo. Ela se suicida amarrando uma corda em seu pescoço e se jogando do alto do convento onde vivia enclausurada. Um tempo depois, o jovem Frenchie Theriault (Jonas Bloquet) passa pela área, como costuma fazer, vê a freira enforcada e avisa a todos sobre o ocorrido, então a notícia chega ao Vaticano e então temos todo o desenrolar do filme. Tudo culmina com o aparente aprisionamento da Valak no portal de onde ela foi conjurada e com Frenchie nos revelando seu verdadeiro nome, que é Maurice.

Então no final, vemos o trio contando com o Padre Burke (Demián Bichir), a irmã Irene (Taissa Farmiga) e Maurice saindo do convento felizes que o mal foi aprisionado novamente. Bem, acontece que eles estavam bem enganados quanto a isso.

Como podermos ver durante o filme, o Demônio Valak consegue criar ilusões e assumir diferentes formas durante o longa, fazendo os nossos protagonistas verem coisas que na verdade não estão ali. E é exatamente que ela faz ao final do longa, ela faz todos verem ela sendo sugada de volta ao portal, porém isso não acontece de fato, já que ela secretamente entrou no corpo de Maurice e ficou escondida lá. Deste jeito nem o Padre e muito menos a irmã Irene puderam sentir que havia algo errado.

A CONEXÃO COM O PRIMEIRO INVOCAÇÃO DO MAL

Em um primeiro momento, realmente acreditamos que o Demônio realmente havia voltado ao Inferno, mas então chega a cena do trio se despedir do convento, quando eles sentam na carroça para partirem. Maurice sente uma queimação no pescoço, e então vemos um sinal avermelhada de uma cruz invertida em seu pescoço, fora das vistas das outras duas pessoas que estavam com ele na carroça.

Maurice menciona que iria deixar a Romênia para ir morar em uma fazenda nos Estados Unidos, e é aqui que todos os pontos são ligados.

Um fazendeiro chamado Maurice que estava possuído por um demônio, onde que já havíamos visto isso antes? A resposta é, no primeiro Invocação do Mal. Mas ninguém provavelmente iria lembrar disso, por que esse fato é mencionado durante uma palestra que os Warren dão durante o filme. Mas ainda bem que a Freira faz a conexão direitinho e desse jeito, o final do filme é basicamente essa cena de Invocação do Mal.

O PRIMEIRO ENCONTRO DOS WARREN COM VALAK

Vinte anos depois dos eventos no convento, em um seminário universitário, Carolyn Perron observa Ed e Lorraine Warren apresentarem um seminário com imagens de sua tentativa de exorcizar Maurice. Maurice agarra Lorraine, dando-lhe visões de Ed morrendo, que inicia a investigação de Warrens sobre a assombração doméstica dos Perron, bem como seu encontro com a própria Valak.

Com isso, todos os pontos que ficaram em aberto entre os filmes, foram solucionados. E essa não é a primeira vez que este Universo Cinematográfico utiliza desta técnica. Em Annabelle 2, a cena final do filme é uma exata cena do primeiro Annabelle.

Com isso, podemos esperar que Annabelle 3, que estreia no ano que vem, termine onde Invocação do Mal comece, ao que tudo indica. 

Comente!