Durante uma entrevista com o Daily Piooner, a diretora Lucrecia Martel (de Zama), revela que ela foi uma das diretoras cotadas para comandar o filme solo da Viúva Negra.

Ela fez críticas pesadas sobre a abordagem do estúdio e ainda afirmou que eles não dão a mínima confiança em uma mulher no comando do projeto.

“Me lembro que havia recebido um e-mail da Marvel para uma reunião. Eles estavam procurando diretoras para o filme da Viúva Negra. Então eu fui até a reunião. Na verdade, assinei um documento falando que eu não poderia falar nada sobre ela.

“Acredito que outra diretora está no comando do filme agora. Mas o que eles me falaram na reunião foi basicamente, ‘Nós precisamos de uma diretora que esteja preocupada com o desenvolvimento da personagem de Scarlett Johansson, mas não se preocupe com as cenas de ação, porque nós iremos cuidar disso.’ Com isso, fiquei pensando, ‘Bem, eu adoraria conhecer a Scarlett Johansson, e também adoraria poder fazer as cenas de ação.’ Os estúdios estão interessados em diretoras, mas ainda acham que cenas de ação são para diretores.”

“Eu perguntei se poderiam mudar os efeitos especiais, porque há muitos efeitos com luzes e lazers, e eu acho isso horrível. E as trilhas dos filmes da Marvel são horrorosas. Talvez nós discordemos nisso, mas é difícil assistir um filme da Marvel. É doloroso para os ouvidos.”

Concluiu Lucrecia.

Viúva Negra tem previsão de estreia para 2020.

Comente!