A internet está em guerra contra Game of Thrones. De tal modo que até mesmo o diretor do último episódio exibido, Alan Taylor, deu uma declaração em entrevista ao Deadline para defender o romance inevitável entre Jon e Daenerys:

Era inevitável que ambos seu reunissem. Foi indicado várias vezes, e aqueles que leram os livros já sabiam, mas isso não indica como será realizado. Lembro quando estávamos gravando a primeira temporada e George R.R. Martin foi nos visitar. Ele foi bem aberto sobre coisas que estavam por vir, mas naquela época ninguém prestou muita atenção pois estávamos no começo. Não sabíamos do fenômeno que seria, e ele era bem menos protetor do que era. De qualquer forma, ele mencionou o fato de que Jon e Dany eram o ponto central. Na época tinha um vasto grupo de personagens, enquanto Jon era só um bastardo. Não ficou claro para a gente na época, mas ele disse muitas coisas que deixaram claro que esse encontro era o objetivo do seriado.

É interessante isso via a público agora sendo que muita gente já tinha firmado teorias desde a época do lançamento de Fúria dos Reis, segundo livro de As Crônicas de Gelo e Fogo, de que os dois estavam destinados a se encontrar e que haveria uma ligação forte entre eles. Porém, como Ventos do Inverno, próximo livro da série, ainda não possui data de lançamento, não há como saber se nos livros também teremos um foco amoroso entre os dois personagens. 

O último episódio desta temporada de Game of Thrones irá ao ar no próximo domingo, 22hs. 

Entenda aqui o motivo desta temporada ser mais curta que as outras.

Comente!