em ,

Harrison Ford elogia Greta Thunberg e faz critica contra a política de imigração americana

Não é de hoje que Harrison Ford se envolve com as causas ambientais. O astro famoso por interpretar personagens clássicos do cinema, como Indiana Jones e Han Solo na franquia Star Wars, trabalha pela preservação do meio ambiente há muito tempo.

Em coletiva de imprensa realizada na Cidade do México a respeito de seu novo filme, O Chamado da Floresta, o ator fez vários elogios a Greta Thunberg. “Aplaudo a Greta por seu ativismo e por seu papel em representar os interesses dos jovens. Admiro sua coragem e firmeza e sua capacidade de se expressar”, disse Ford.

O astro de 77 anos também falou sobre a política de imigração dos Estados Unidos com a fronteira com o México. “Estamos enfrentando questões urgentes nos Estados Unidos e estamos trabalhando para resolvê-las. A política de imigração é ridícula. Necessitamos de uma reforma completa. Precisamos convidar pessoas a vir para nosso país, não afastá-las. Esta é a história da América, sempre dependemos da imigração.”

Ford também comentou sobre a possibilidade de retornar ao papel do famoso arqueólogo, em Indiana Jones 5. “Me pareceu uma boa ideia caso tivéssemos um bom roteiro. E acredito que estamos muito perto de ter o roteiro que queremos. Estou muito empolgado em voltar ao personagem”, e continuou. “Ainda gosto muito de fazer meu trabalho e sou grato de poder continuar.”

O Chamado da Floresta estreia dia 20 de fevereiro no Brasil. O longa é inspirado no livro Chamado Selvagem, do autor Jack London.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Gabriel Danius

Jornalista e cinéfilo de carteirinha amo nas horas vagas ler, jogar e assistir a jogos de futebol. Amo filmes que acrescentem algo de relevante e tragam uma mensagem interessante.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Recém-falecido, vida de Asa Branca virará filme

Thor 4 | Christian Bale pode interpretar um “vilão intergaláctico” na sequência