Um homem peruano recentemente ganhou seus cinco minutos de fama após ter sua curiosa assinatura divulgada nas redes sociais.

» Siga o Bastidores no Facebook , Instagram e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema «

A rubrica viralizou depois de uma foto de sua identidade, ao lado de um documento policial, ter sido postado por um policial da cidade costeira de Huarmey. Ele, ao lado de outros cinco homens, foi preso devido a porte ilegal de armãs e, depois de ter sido levado para a delegacia local, sua assinatura chamou a atenção dos oficiais.

Ao invés de utilizar os métodos tradicionais, Juan Carlos Varillas Bazán fez um infantil desenho de um gatinho – e não foi até os policiais olharem seu outro documento que tiveram a certeza de que não estavam sendo enganados.

Não demorou muito para que o post percorresse os quatro cantos da internet, dando margens para inúmeras piadas. Logo, até mesmo as plataformas de notícias mais tradicionais começaram a divulgar as fotos – e alguns até mesmo contataram Bazán, solto pouco tempo depois, para perguntar-lhe sobre a peculiar assinatura.

Segundo seu próprio depoimento, aos dezesseis anos, teve um gatinho que amava muito e, assim que conseguiu a primeira identidade, decidiu honrar sua memória.

Bazán agora está se preparando para processar a polícia por divulgação de informações privadas sem permissão. Ele também alega que foi detido sem provas, visto que estava apenas dirigindo o carro no qual os homens armados ilegalmente estavam.

Comente!