A vida do ator Kevin Spacey está prestes a entrar novamente em um turbilhão perigoso. A Justiça de Massachussetts negou o pedido do ator para não depor em um processo envolvendo um dos casos de assédio sexual que ele é acusado de ter cometido em 2016. 

Spacey alegou à Justiça que a presença dele “amplificará a publicidade negativa já gerada em conexão com este caso”. Desse modo, a audiência continua marcada para 7 de janeiro, às 11h, no tribunal distrital de Nantucket. Os réus são obrigados a comparecer, a menos que sua presença seja dispensada por um juiz.

Como há registros em vídeo desse caso específico de assédio, as chances de Spacey ser inocentado não são boas. O ator pode pegar até cinco anos de prisão se for considerado culpado.

A vítima registrou o momento em um vídeo no Snapchat e ainda enviou a filmagem para a namorada, explicando que Spacey estava dando em cima dele no bar no qual atuava como garçom. O caso escalou quando o ator mostrou seu pênis para o rapaz.

No último domingo (30), o ator Kevin Spacey apareceu publicamente após meses sem ser visto por ninguém. Em sua aparição, usava um boné estampado com a seguinte frase: “Aposentado desde 2017”.

Confira a foto do ator abaixo:

A frase no boné faz referência a sua demissão da série House of Cards e também por ter sido substituído pelo ator Christopher Plummer no filme Todo o Dinheiro do Mundo, após ser acusado por diversos jovens de abuso e assédio sexual.