em

Liga da Justiça | Problemas nos bastidores do filme são detalhados em artigo

Uma matéria do TheWrap detalha os bastidores de Liga da Justiça e os problemas que a produção passou durante as filmagens e pós-produção.

Uma das informações mais importantes da matéria é de que Zack Snyder não teria saído tão espontaneamente como pensávamos, pois já havia uma pressão para o diretor se retirar do filme por conta da maneira que o tom do filme estava sendo direcionado, além da chegada de Joss Whedon para escrever cenas extras no filme. Após a trágica morte de sua filha, Snyder teria cedido aos pedidos dos executivos e saído do cargo.

A remoção de Snyder da direção já estaria sendo planejada desde Batman vs Superman: A Origem da Justiça, mas a Warner Bros. também não queria que o público achasse que a produção estava com problemas depois da recepção negativa que o filme de Zack Snyder recebeu. Greg Silverman, antigo chefe da divisão cinematográfica da Warner, teria aprovado o roteiro de BvS sem ao menos lê-lo, tamanha confiança que o estúdio tinha no diretor. Removê-lo da direção do filme da Liga custaria milhões contratualmente.

Outra informação polêmica é de que o filme teria mantido a data de estreia puramente por interesses do chefe da divisão cinematográfica da Warner Bros., Toby Emmeriche o CEO da empresa, Kevin Tsujihara. Os dois teriam interesse do filme sair ainda esse ano por esperarem um pagamento adiantado contratual, que poderia não ser recebido no ano que vem por conta da venda da Warner Bros. pela AT&T.

Outros executivos desejavam que o filme fosse adiado, especialmente por conta da remoção digital do bigode de Henry Cavill. Eles esperavam que o público ignoraria a polêmica caso o filme fosse lançado meses depois das refilmagens de Joss Whedon. 

Algumas pessoas da produção se mostraram satisfeitas com o resultado final, enquanto outras chamaram o longa de uma espécie de “Frankenstein” em termos de tons e coerência no roteiro.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Rodrigo Ribeiro

Jornalista e aficionado por games e cultura pop. Acredita que os games podem ser considerados uma forma de Arte e que o mundo seria um lugar melhor se as pessoas parassem de brigar na internet e voltassem a jogar seus queridos videogames.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Studio Ghibli | Detalhes sobre novo filme de Hayao Miyazaki e mudanças no estúdio são divulgadas