em ,

Lista | Os 5 Melhores Filmes com Bruce Willis

Infelizmente se formos para o estado atual de Bruce Willis, é completamente compreensível o que alguns dizem sobre Bruce Willis ser um ator completamente no automático e que só faz o que faz pelo dinheiro. Mas acreditem, esse velho careca completamente desanimado que vocês veem hoje nem sempre foi assim, e já se mostrou inúmeras vezes ser um ator de imenso talento, e ser muito mais do que uma mera estrela de filme de ação. Carregando alguns filmes icônicos em diversos gêneros dentro de um brilhante currículo.

Essa lista serve então à esse propósito de citar os cinco melhores filmes que foram agraciados pelo melhor que Bruce Willis tem a entregar de atuação, e que de sobra são ótimos filmes pra se assistir.

Fantasmas da Guerra (1989)

Infelizmente um pouquíssimo lembrado ou sequer reconhecido, o filme de Norman Jewison com certeza não é mesmo eficiente em todos os temas que busca abordar sobre as marcas da Guerra do Vietnã dentro da sociedade americana através da bem intencionada história da jovem personagem Emily Lloyd (uma ótima Emily Lloyd) indo em busca das verdades sobre seu falecido pai. Mas é no drama íntimo de seus personagens que esse círculo emocional realmente aflora devidamente graças à ótimas performances de nomes como  Stephen Tobolowsky, Joan Allen e claro Bruce Willis como o tio Emmett Smith que se mostra sendo o grande coração pulsante do filme. Com olhares afundados em mágoas e sorrisos quebrados, Willis mostra através do personagem sua intensidade dramática e que só engrandece ainda mais ao filme.

12 Macacos (1995)

Sem dúvidas um dos filmes e atuação mais únicos da carreira de Willis. Mergulhando de cabeça nessa trama de viagem no tempo e um grupo terrorista denominado de 12 Macacos que supostamente foi responsável pela destruição do mundo. Mas em um universo de Terry Gilliam, tudo e a todos podem ser uma mera alucinação viva onde nada é o que aparenta. No meio de toda essa loucura, que se torna inegavelmente interessante de se assistir, Willis sobrevive as loucuras da trama de Gilliam abraçando a loucura desse universo com bravura em uma de suas atuações mais malucas e tão ótimas de se assistir.

Sexto Sentido (1999)

Deveríamos ter visto muito mais de uma parceria de Willis com o diretor M. Night Shyamalan. Pois não só víamos um diretor aqui dando início ao seu ápice como um novo cineasta autoral a se prestar atenção com essa sua suposta história de fantasmas que quebrava todas e quaisquer expectativas do que se poderia esperar. E como parte do grande coração do filme, tínhamos Willis entregando uma de suas melhores performances em anos como um homem divido entre a vida e a morte que o cerca. Um clássico imperdível tanto para fãs do ator quanto apaixonados por um ótimo cinema.

Corpo Fechado (2000)

E foi aqui que essa parceria de Willis e Shyamalan que consolidou o mais alto patamar de ambas suas carreiras. Muito antes de termos universos cinematográficos da Marvel e DC correndo para ver quem terá o maior sucesso financeiro, Willis encarnava no complexado personagem de David Dunn um dos melhores super-heróis do cinema de todos os tempos. Um herói que partia de origens mundanas, cobertas de dor e crise existencial, e que despertava com a mais pura razão de heroísmo: ajudar o próximo. Um eterno e perfeito filme que Willis deve sentir orgulho de ter na carreira.

Duro de Matar (1988)

A gente pode ter dito no início que Willis era muito mais do que uma mera estrela de ação, o que é, pois não confunda seu icônico personagem John McLane como apenas e puramente isso. Embora Willis mostrava aqui ser perfeito para esse tipo de papel, ele fazia de McLane um novo tipo de herói de ação, um homem comum, gente como a gente, que se encarrega de uma responsabilidade muito maior que ele, onde toda a ação, tiroteio, explosões e morte de capangas de todos os lados se torna uma verdadeira luta de sobrevivência contra o fenomenal vilão Hans Gruber de Alan Rickman. E sob as lentes cheias de energia incontrolável de John McTiernan, tudo se culmina em uma obra-prima imperdível do gênero e o filme que trouxe Willis para o seu eterno estrelato até hoje.

Menção honrosa:

Duas Vidas (2000)

Todo mundo se lembra desse filme, certo? Bom, com certeza deve fazer parte daqueles filmes menores da carreira do ator, mas que já mostrava que até em um filme mediano, Willis ainda sim era capaz de puxar o melhor de si em uma performance que, ao mesmo tempo em que é cheia de frieza com sentimentos embutidos em sua personalidade arrogante, é também cheio de pureza e jovialidade quando tem sua grande lição de vida no final é descoberta sobre ele manter a sua criança interna sempre viva dentro de si.

Acha que esquecemos algum grande filme do ator? Não deixe de nos dizer qual!

O que você achou desta publicação?

Publicado por Raphael Klopper

Estudante de Jornalismo e amante de filmes desde o berço, que evoluiu ao longo dos anos para ser também um possível nerd amante de quadrinhos, games, livros, de todos os gêneros e tipos possíveis. E devido a isso, não tem um gosto particular, apenas busca apreciar todas as grandes qualidades que as obras que tanto admira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Disney pretende lançar séries focadas nos X-Men no Disney+

Tá no Ar | Globo satiriza Bolsonaro com paródia na vila do Chaves