em

Minority Report? Xerife usa software que “prevê crimes” para perseguir pessoas com base nas previsões

O lendário autor Philip K. Dick é relembrado por suas visionárias histórias de ficção científica sendo uma delas Minority Report, história adaptada aos cinemas por Steven Spielberg cuja narrativa se centra na prisão de criminosos antes mesmo deles cometerem os crimes.

Agora, parece que a ficção virou realidade com esse xerife americano que desenvolveu um software que “prevê” quais cidadãos são mais suscetíveis a se tornarem criminosos.

O projeto existia desde 2001 e agora foi revelado ao público em reportagem do Tampa Bay Times que investigou o xerice Chris Nocco, do condado de Pasco.

Primeiro, o Gabinete do Xerife gera listas de pessoas que considera prováveis de infringir a lei, com base em históricos de prisão, inteligência não especificada e decisões arbitrárias de analistas da polícia. Em seguida, envia policiais para localizar e interrogar qualquer pessoa cujo nome apareça, muitas vezes sem causa provável, em mandado de busca ou evidência de um crime específico.

Um ex-policial descreveu a diretriz assim: “Torne suas vidas miseráveis até que se mudem ou processem”. Em apenas cinco anos, o programa de Nocco mirou quase 1.000 pessoas. Pelo menos 1 em cada 10 tinha menos de 18 anos, descobriu o Times.

Por exemplo, a vida de Rio Wojtecki, 15, se tornou um inferno vivo em setembro de 2019, quase um ano depois de ser preso por entrar furtivamente em um estacionamento com um amigo e roubar bicicletas motorizadas.

No entanto, de setembro de 2019 a janeiro de 2020, os delegados do xerife de Pasco foram à sua casa pelo menos 21 vezes, mostram os registros de despacho. Eles apareceram na concessionária onde sua mãe trabalhava, procuraram por ele na casa de um amigo e checaram sua academia para ver se ele havia se inscrito. Identificado como alvo, ele teve de ser importunado pela força policial sem a menor necessidade.

Em Pasco, porém, a iniciativa segue ampliada mesmo após tantas controvérsias. No verão passado, o Gabinete do Xerife anunciou planos para começar a controlar as pessoas que foram repetidamente internadas em hospitais psiquiátricos.

O sistema, obviamente, monitora pessoas também que nunca tiveram transgredindo a lei, permitindo uma base de dados gigantesca ser vistoriada pelas forças estatais. O xerife continua no cargo. Confira a reportagem integral aqui.

O que você achou desta publicação?

Avatar

Publicado por Matheus Fragata

Editor-geral do Bastidores, formado em Cinema seguindo o sonho de me tornar Diretor de Fotografia. Sou apaixonado por filmes desde que nasci, além de ser fã inveterado do cinema silencioso e do grande mestre Hitchcock. Acredito no cinema contemporâneo, tenho fé em remakes e reboots, aposto em David Fincher e me divirto com as bobagens hollywoodianas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…

0

Comente!

Mulher acusa ex que trabalha na Riot de fazer personagem do LoL baseado nela

Glenn Close diz que Fernanda Montenegro era quem deveria ter ganhado o Oscar em 1999