A cantora Daniela Mercury segue firme como oposição ao governo de Jair Bolsonaro. Em sua nova canção, Proibido o Carnaval, com participação de Caetano Veloso, a artista entoa alfinetadas ao presidente: 

“Quilombola, Tupinambá
O corpo é meu, ninguém toca
Vatapá, caruru
Iemanjá lá no sul
Vai de rosa ou vai de azul?

Abra a porta desse armário
Que não tem censura pra me segurar
Abra a porta desse armário
Que alegria cura, venha me beijar.”

Obviamente que o vídeo da música acabou gerando uma reação bastante contrária dos apoiadores do governo de Bolsonaro. O vídeo já acumula 147 mil deslikes. 

Ironicamente, os administradores do canal da cantora desativaram os comentários dos internautas que protestavam quando a seção estava disponível. 

Confira o clipe: 

Comente!