Logo com a divulgação dos primeiros trailers e materiais promocionais de Star Wars: Os Últimos Jedi, os porgs já começaram a chamar a atenção dos fãs, a tal ponto que, em determinado momento, o Funko do animal se tornou o mais vendido de certo mês. Um dos pontos que garantem a identidade dos seres que habita Ahch-To é o som emitido por eles e, agora, foi revelado como tais sons foram produzidos.

Em entrevista ao D23, Ren Klyce, designer de som do longa, revelou:

“Esse foi um dos primeiros sons que pediram para que fizéssemos. Rian [Johnson] nos deu uma lista do que ele não gostaria que o barulho fosse. Ele não queria que soassem estridentes ou irritantes. Foi só uma questão de experimentar umas quatro ou cinco versões do som.”

Klyce acrescentou:

“A galinha conseguimos gravar no próprio Skywalker Ranch/ Skywalker Sound, mas também achamos alguém que leva pombos para casamentos e pedimos que ele viesse ao estúdio. Na primeira vez que vimos as artes conceituais, achamos eles parecidos com cabras, aí fomos até uma fazenda gravar cabras também. Portanto, há o som de uma cabra macho com o tom um pouco mais baixo. Depois adicionamos, também, um pouco de som de ursos. É uma combinação de diferentes animais”.

De fato, com tanta mistura, acabaram criando algo bastante único – mas se ficou irritante ou estridente demais – como Johnson não queria que ficasse – cabe ao ouvido de cada um!

Star Wars: Os Últimos Jedi já está sendo exibido nos cinemas brasileiros.

 

Comente!